17 de fevereiro de 2018, 21h38

Rui Vitória: “Jogadores têm tido capacidade de trabalho enorme”

Futebol

O treinador do Benfica deixou elogios aos jogadores que orienta após mais um triunfo regado com uma boa exibição. Na Luz, o Boavista saiu vergado ao 4-0.

No final do desafio que redundou numa goleada do Benfica com o Boavista, por 4-0, Rui Vitória analisou a exibição da equipa e deixou elogios.

“Vitória justa, evidentemente. Fizemos uma belíssima exibição e foi uma vitória natural pela forma confortável como estivemos em quase toda a partida. Sabíamos que iríamos encontrar uma equipa que defende bem, que tem feito uma boa campanha e que nos ia dificultar a tarefa. Desde o início tomámos as rédeas do jogo, tivemos uma dinâmica muito boa, com a bola a circular com uma velocidade muito grande e acabámos por fazer golos. Satisfação por ver os jogadores do Benfica confortáveis no jogo, a fazerem tudo de forma fácil e nós, treinadores, gostamos de ver os jogadores a fazer as coisas simples de forma fácil”, referiu.

E acrescentou: “Um jogo bem conseguido da nossa parte, em que os jogadores fizeram o que lhes pedimos e a fazerem uma exibição que agradou. Ganhámos de forma natural, mas isso dá trabalho. Fomos rigorosos, empenhados e tivemos qualidade. Fomos uma equipa com um belíssimo desempenho. O facto de nos perguntarem já há algum tempo se este é o melhor Benfica, é sinal que há evolução e continuidade no trabalho.”

Os dois primeiros golos foram através de lances de bola parada. O treinador admitiu que esses lances são trabalhados nos treinos, mas preferiu elevar outros aspetos.

“Trabalhamos muito e tentamos fazê-lo o melhor possível. Estes jogadores têm tido uma capacidade de trabalho enorme e trabalhamos esses lances. Mas antes de minuciarmos esses pormenores, há outros aspetos a realçar: fundamentalmente, a dinâmica que tivemos; a forma como soubemos condicionar a saída do Boavista; fazer 16 remates dentro da área é um valor significativo; acabar o jogo com cinco jogadores portugueses, quatro provenientes da formação… São tudo valores mais importantes do que qualquer pontapé de canto. Sabíamos o tipo de cantos que deveríamos utilizar com este adversário e as coisas correram bem”, elogiou.

Benfica-Boavista

O Benfica vem de uma dinâmica de vitória que resultou em quatro Campeonatos seguidos. Isso poderá influenciar na fase decisiva da temporada. Rui Vitória garantiu que os jogadores do Benfica saber-se-ão comportar nesses momentos.

“Temos a noção de como se vivem estes momentos. Como é que anulamos um bom resultado ou resultado menos bom? Com foco! Não vale a pena pensarmos em ‘ses’. Temos um propósito que é continuar a mostrar qualidade, queremos provar que o que foi feito por estes jogadores anteriormente, foi com enorme mérito, queremos mostrar que estamos a trabalhar melhor a cada dia. Não estamos preocupados com contas”, frisou.

Segue-se a partida, fora de portas, com o Paços de Ferreira. Rui Vitória, uma vez mais, aponta aos três pontos.

Vamos canalizar as nossas energias para o próximo jogo. Vamos ter de nos preparar bem, porque não é fácil jogar na Mata Real, mas sabemos que temos capacidade e muita qualidade. É um jogo especial, porque foi o clube onde me estreei [I Liga], mas vamos com o objetivo de somar três pontos. Agora é ver o que fizemos bem e menos bem, e recuperar os jogadores para o próximo jogo”, afirmou.

Depois do dérbi, o treinador do Benfica disse que ia estar atento à carreira do árbitro do jogo e do VAR. O VAR do dérbi foi Tiago Martins, juiz da partida com o Boavista, e Rui Vitória esclareceu a sua posição neste assunto.

“Nessa altura, de uma forma genérica, disse que ia ver que decisões iam ser tomadas em determinados contextos. No dérbi, as decisões tinham sido muito óbvias para que não fossem tomadas outras decisões. Se fosse árbitro, custava-me ter duas decisões diferentes em lances iguais ou muito parecidos. Esta coerência na forma como se arbitram os jogos é importante para nos identificarmos com a forma como o árbitro reage. Falo nisto, porque me coloco no lugar deles. Faço questão de ser coerente enquanto treinador, com os jogadores. Temos de ir melhorando dia a dia.”

Texto: Marco Rebelo

Fotos: SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar