25 de fevereiro de 2018, 15h50

Luisão: “Somos uma equipa muito unida”

Futebol

O capitão do Benfica marcou presença no Centro Cultural e Juvenil de Santo Amaro, onde partilhou experiências e revelou o segredo para os títulos conquistados pela equipa de futebol nas últimas quatro épocas.

O capitão do Benfica, Luisão, esteve no Centro Cultural e Juvenil de Santo Amaro a fim de participar no projeto “Aventurarte” que, desde 2000, é desenvolvido sob a alçada da Câmara Municipal de Almada, e que trabalha na área das competências sócio-emocionais e de lazer.

O defesa-central respondeu às perguntas das crianças que tiveram, assim, um dia diferente e muito mais especial. A primeira partilha passou pelo orgulho e responsabilidade de ser jogador e capitão num Clube com a grandeza do Benfica.

Eu jogo num Clube onde grandes jogadores gostariam de jogar. Ser capitão desse Clube é uma grande responsabilidade. Quando cheguei aprendi mais um pouco mais sobre o que é ser líder, apesar de isso ter nascido comigo, porque gosto de sair da zona de conforto, ajudar os meus companheiros. Considero-me um bom líder, porque carrego a braçadeira de capitão do Benfica há muitos anos e é uma grande responsabilidade”, frisou.

Luisão revelou, ainda, o segredo que tem permitido à equipa de futebol do Benfica conquistar quatro títulos de Campeão Nacional nas últimas quatro temporadas.

Somos uma equipa muito unida. Temos um grupo que é muito unido. Primeiro existe a ideia de grupo e depois o individual. Quem chega já sabe que tem de entrar nesta harmonia de grupo”, afirmou, revelando como ajuda na adaptação a quem chega de novo às águias: “Tento ajudar deixando os jogadores à vontade, mostrando o que é o nosso dia a dia. Coloco-me à disposição do que seja preciso à hora que for, mostrando o que é o Benfica, a sua grandeza e o orgulho que se tem de sentir ao vestir a camisola do Benfica.

O brasileiro é jogador de futebol e cumpriu o seu sonho, mas vincou que não foi fácil e aconselhou sobre o que é preciso ter para não se deixar cair os sonhos que se tem em criança.

“Já vivi muitas dificuldades. Desde criança tinha o sonho de ser jogador de futebol e ouvíamos muitos nãos. Tinha asma quando era criança e ouvia dizer que não ia alcançar o meu sonho. Tentei não olhar para as circunstâncias e dificuldades, e focar-me apenas no sonho. Segui atrás e o que conquistei até hoje foi com resiliência, perseverança, seguindo em frente no sonho que tinha, que era ser jogador de futebol”, sublinhou.

Instado a enumerar o título mais saboroso, Luisão manteve a ambição e apontou ao futuro: “Costumo dizer que o título mais saboroso é o próximo, porque por mais que ganhe temos uma sede de continuar a ganhar.”

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar