12 de março de 2018, 20h17

Fejsa, o rei dos desarmes e interceções na Liga NOS

Futebol

Numa análise feita aos médios das equipas do Campeonato, ninguém é melhor do que o sérvio do Benfica nestes dois capítulos do jogo.

O benfiquista Fejsa é o médio da Liga NOS que mais desarmes e interceções faz. Com pezinhos de lá, o sérvio parece ter o dom da ubiquidade na forma como adivinha onde a bola vai cair, o que o adversário vai fazer…

É o vértice mais recuado do triângulo do meio-campo – agora completado com Pizzi e Zivkovic – e um verdadeiro tampão na hora de cortar lances de ataque contrários no sentido da baliza do Benfica. As posições mais recuadas do campo nem sempre são corretamente valorizadas pelo público ou mesmo pela Crítica, mas os adeptos do Benfica vão contra essa regra.

Fejsa é adorado pelas bancadas da Luz e responde à flor da relva dando segurança e equilíbrio à formação orientada por Rui Vitória. Como? Fazendo o que melhor sabe: desarmes e interceções.

Fejsa

Segundo os estatísticos do site sofascore.com, o internacional sérvio é o médio com mais desarmes na Liga NOS. Totaliza 77, é o único jogador dessa posição com mais de 70 e tem no seu encalço os centrocampistas Lucas Evangelista (Estoril), com 67, e Cláudio Simão (CD Aves), com 65. Aliás, neste particular, e abrindo a análise a todas as posições de campo, só o defesa Bebeto, do Marítimo, faz mais (100).

Nas interceções, e segundo a mesma fonte, o camisola 5 das águias é, igualmente, o melhor médio do Campeonato Nacional. Decorridas 26 jornadas, tem 51 (cerca de duas interceções por jogo), é o único médio que ultrapassa a barreira da meia centena e tem em perseguição Fábio Pacheco (Marítimo), com 47, e Pedro Sá (Portimonense), com 44.

Mas o trabalho de Fejsa não se esgota na arte de defender. No futebol moderno, o médio-defensivo é, muitas vezes, o motor de arranque na saída para o ataque e o benfiquista interpreta esse papel na perfeição. Entre todos os jogadores do plantel do Benfica é o segundo com mais passes efetuados: 1034, apenas superado por Pizzi, sendo que só estes dois têm mais do que mil passes realizados na Liga NOS.

Tecnicamente evoluído, o internacional sérvio - que tem o Mundial 2018 no horizonte - não só passa muito como também passa bem. Com 90% de eficácia, Fejsa é o jogador dos encarnados com melhor percentagem de passes certos.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar