30 de maio de 2018, 12h54

Um corredor inteiro por conta de Salvio na seleção argentina

Futebol

Extremo de raiz, o camisola 18 foi lateral-direito na vitória da alviceleste sobre o Haiti, num teste a pensar no Mundial. E o benfiquista impressionou.

Com o 18 estampado nas costas, o mesmo número que utiliza no Benfica, Salvio foi titular a tempo inteiro no último teste da seleção da Argentina diante dos seus adeptos antes do Mundial.

E houve uma grande novidade neste ensaio vitorioso perante o Haiti (4-0): o benfiquista, extremo de origem, atuou como lateral, preenchendo todo o corredor direito no desenho tático.

Arrumado à direita numa linha defensiva constituída por quatro unidades, Salvio impressionou os observadores argentinos. Estes, de acordo com os relatos nas diferentes publicações online e nas redes sociais, destacam-lhe a "forte dinâmica" e o "rigor" na execução do papel que lhe foi confiado no sistema afinado por Jorge Sampaoli nesta partida, que teve três golos de Messi e um de Aguero.

"Salvio foi lateral porque Lanzini [o médio mais à direita] movimenta-se para zonas interiores e necessitávamos de um jogador que desse profundidade ao flanco", explicou o selecionador Sampaoli em declarações à Imprensa argentina, num momento de análise aos desempenhos individuais e coletivo no jogo amigável que fez transbordar a Bombonera, o estádio do Boca Juniors.

Salvio

Também Salvio foi abordado na zona mista para partilhar as sensações vividas num encontro em que atuou numa posição diferente da habitual. "Estou muito contente pelos minutos que tive. Tento aproveitar todos os minutos que o selecionador me dá", comentou o internacional argentino, um dos 23 jogadores escolhidos para atacar a conquista do Campeonato do Mundo, na Rússia, de 14 de junho a 15 de julho.

"Estando eu numa linha formada por quatro defesas, o selecionador pediu-me para subir e aparecer de surpresa na frente", enquadrou Salvio. "Pelas características de jogo que tenho, o treinador considera que tenho bastante dinâmica", acrescentou.

A seleção da Argentina muda-se agora para Barcelona. É na Catalunha, a partir de quinta-feira (31 de maio), que vai finalizar a preparação para o Mundial, onde começará por competir no Grupo D juntamente com Islândia, Nigéria e Croácia. O derradeiro jogo particular, frente a Israel, está agendado para o dia 9 de junho.

Texto: João Sanches

Fotos: AFA

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar