27 de junho de 2018, 17h40

27 de junho: diário das águias no Mundial

Futebol

Três presenças asseguradas nos oitavos de final e duas seleções fora do Mundial.

Jogou-se esta quarta-feira o futuro da Sérvia de Zivkovic e da Suíça de Seferovic. Portugal de Rúben Dias e Argentina de Salvio já têm presença assegurada nos oitavos de final do Mundial, enquanto a Nigéria de Ebuehi ficou pelo caminho.

Suíça

A Suíça de Seferovic só dependia de um empate para garantir presença na próxima fase do Campeonato da Rússia 2018. E foi isso mesmo que conseguiu diante da Costa Rica na última jornada do Grupo E, ao empatar a duas bolas. Nos oitavos de final, os helvéticos medem forças com a Suécia onde pontifica o ex-benfiquista, Lindelöf. 

Sérvia

Com encontro marcado para esta quarta-feira, frente ao Brasil, a última ronda do Grupo E tinha caráter decisivo para a Sérvia. A equipa de Zivkovic estava obrigada a vencer, mas acabou derrotada pelo Brasil (0-2) e eliminada do Campeonato do Mundo. 

Portugal

Na manhã desta quarta-feira, no centro de estágios Saturn, na Rússia, Portugal de Rúben Dias deu continuidade à preparação do jogo dos oitavos de final frente ao Uruguai. No treino coletivo, Fernando Santos contou com apenas 21 jogadores, com Gelson Martins e Raphael Guerreiro a ficarem de fora devido a dores musculares.

Depois de na véspera a equipa das Quinas ter treinado sem os 11 titulares no empate 1-1 com o Irão, que valeu a qualificação, a afinação da estratégia prosseguiu em Kratovo, o quartel-general luso, 50 quilómetros a sudeste de Moscovo.

Na conferência de Imprensa que antecedeu o treino em Kratovo, Cédric destacou que passada a fase de grupos a Equipa das Quinas está focada na próxima partida.

“A fase de grupos tem-se revelado muito difícil para todas as equipas. Tem sido muito competitiva. Estamos numa fase final de um Mundial. Era um objetivo nosso passar esta fase de grupos e agora vamos ter tempo para preparar o jogo dos oitavos de final”, disse.

Portugal e Uruguai defrontam-se sábado, às 19h00, em Sochi, para decidir um lugar nos quartos de final.

“Vai ser um jogo também muito difícil. A partir de agora todos os jogos são como finais e vamos encará-los dessa maneira”, garantiu.

Cédric destacou ainda que, após ter conseguido chegar à fase a eliminar, Portugal está de parabéns e irá continuar a querer mostrar a sua qualidade.

“O nosso principal objetivo até agora era passar a fase de grupos. Conseguimo-lo e a nossa equipa está de parabéns. Acho que estivemos bem contra o Irão, em que dominámos a maior parte do jogo e conseguimos esse grande objetivo que era passar a fase de grupos. Agora vamo focar-nos no próximo jogo que é contra o Uruguai, que é de facto uma grande seleção. Nós somos campeões da Europa. Já demonstrámos várias vezes a nossa qualidade e vamos continuar a fazê-lo”, finalizou.

Argentina

A Argentina garantiu, na terça-feira, o apuramento para os oitavos de final do Mundial 2018. Para tal, a formação do muito contestado Jorge Sampaoli teve de sofrer para levar de vencida a Nigéria, num duelo no qual Messi e Marcos Rojo foram figuras, ao marcar os dois golos numa vitória por 2-1.

A postura dos jogadores argentinos deixou o técnico orgulhoso.

“Os jogadores jogaram com o coração e rebeldia, arrancando um triunfo muito importante, que fortalece as nossas hipóteses no futuro”, disse o treinador em conferência de Imprensa.

Messi apareceu sereno após a passagem da Argentina para os oitavos de final do Mundial. O craque argentino usou a palavra “sorte” para justificar a vitória suada.

“Por sorte conseguimos o objetivo. Não pensávamos em sofrer tanto. Mas estávamos confiantes do que tinhamos de fazer”, confessou.

Antes, ao Twitter oficial da federação argentina, Messi agradeceu aos céus pela classificação.

Argentina

“Sabia que Deus estava connosco e ele não ia nos deixar fora. Agradeço a todas as pessoas que estão aqui, por todo o seu sacrifício, e todos aqueles na Argentina que estiveram sempre connosco. A camisola da seleção está acima de tudo”, desabafou.

“Eu disse que faria um golo, eu sabia. Tínhamos de ganhar de qualquer maneira. O Mundial começa agora para nós”, disse o o autor do segundo golo, Marcos Rojo.

A Argentina torna a entrar em campo no sábado, às 15h00... pela frente terá a França.

Do outro lado, a Nigéria de Ebuehi despediu-se do Campeonato do Mundo e agradeceu, nas redes sociais, o apoio de todos os nigerianos.

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: FIFA / FPF / Twitter das seleções da Nigéria, Sérvia, Argentina e Suíça

Notícia atualizada às 21h28

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar