Futebol

14 agosto 2017, 23h16

Rui Vitória considera que a vitória em Chaves (0-1) é "mais do que justa".

"Nós queremos é ganhar, mas a forma como foi só vem dar corpo àquilo que foi o nosso jogo. O golo poderia ter entrado em qualquer momento, porque era inteiramente justo. O que fizemos foi o suficiente para ganhar. Defrontámos uma boa equipa, mas fomos muito fortes".

"O Chaves é uma belíssima equipa, que está bem trabalhada pelo Luís [Castro]. A forma como impusemos o ritmo na partida obrigou o Chaves a fechar-se e nós sempre com qualidade e a criar oportunidades. Este resultado é injusto por aparecer tão tarde, mas justo por aquilo que foi o jogo".

"Não há ansiedade, há uma equipa constantemente à procura da vitória, mas é evidente que se chegamos a esta parte final queremos fazer golo, no entanto não fiquei com essa sensação de ansiedade. Tivemos várias oportunidades e o Ricardo faz uma belíssima partida. As análises são feitas em função deste golo, mas, volto a dizer, poderia ter surgido mais cedo".

"Esta equipa tem uma alma imensa. Tem uma determinação e convicção ímpares. Lutar até ao fim faz parte da nossa forma de estar. Quem trabalha como nós trabalhamos acaba por merecer isto. Os jogadores dão corpo ao trabalho que realizamos".

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica 

Última atualização: 15 de agosto de 2017

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar