Clube

29 agosto 2017, 20h21

O Sport Lisboa e Benfica considera totalmente inadequado, desajustado e injusto o castigo hoje aplicado pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) ao presidente do Sport Lisboa e Benfica SAD, Luís Filipe Vieira, pelo que de imediato adotará os procedimentos adequados no sentido de recorrer desta decisão para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD).

O presidente do Sport Lisboa e Benfica, no exercício das suas legítimas funções e do seu livre direito de expressão, entendeu dar resposta a um conjunto de permanentes e reiteradas declarações ora demagógicas, ora falsas, e na maioria dos casos eivadas de intoleráveis insinuações.

E não é admissível qualquer tipo de interpretação que não tenha em conta o contexto e a necessidade de legitima defesa onde essas declarações se inseriram.

Destacamos nomeadamente as falsas declarações de um presidente de uma instituição que inventou publicamente uma conversa que nunca existiu e que, posteriormente desmentido, veio afirmar que afinal estava a ironizar, facto que omitiu quando fez tais declarações.

Não se deixa de estranhar a existência desta sanção sustentada num Acórdão cujos argumentos estão em flagrante oposição à mais recente jurisprudência do Conselho de Disciplina.

Esta iniciativa sancionatória é tanto mais surpreendente quando se tem assistido a campanhas difamatórias do bom nome do SL Benfica e dos seus agentes, e a discursos cujo nível de linguagem é baixo e desprestigiante para as competições desportivas, em que não são conhecidas quaisquer sanções.

O SL Benfica saberá interpretar esta sanção e agirá em conformidade sem descer ao nível daqueles que vêm desafiando e desrespeitando as decisões da justiça desportiva.

 

Lisboa, 29 de agosto de 2017 

 

Última atualização: 30 de agosto de 2017

Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar