Futebol

25 setembro 2017, 10h01

Tem havido um adversário suplementar na trajetória do Benfica neste início de temporada. Quando não são os guarda-redes ou os defensores contrários, já em última instância, a impedir que os ataques da equipa encarnada se transformem em golos, são os postes e a barra das balizas que ganham protagonismo e neutralizam as claras oportunidades de pôr as redes a mexer. Foram já dez as bolas devolvidas pelos ferros no corrente período competitivo.

A saga principiou em Chaves, na segunda ronda da Liga NOS. Nesse encontro, Jonas e Luisão, um em cada parte, acertaram em cheio na moldura da baliza. Na ronda seguinte, no Estádio da Luz, Jonas e Luisão repetiram a dose e viram ainda Cervi e Raúl ter idêntica má sorte.

No que diz respeito a desafios do Campeonato Nacional, os ferros tornaram a ser notícia no último sábado, dia 23 de setembro, outra vez na Luz, com Grimaldo, novamente Jonas e ainda Seferovic a terem tentativas de golo travadas por outro “inimigo” de circunstância (veja o vídeo).

Também na Liga dos Campeões, na jornada de abertura da fase de grupos, houve uma bola que beijou o ferro: foi chutada por Grimaldo ainda no primeiro tempo da partida caseira diante do CSKA Moscovo.

 

Texto: João Sanches e Sónia Antunes

Última atualização: 25 de setembro de 2017

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar