Futebol

30 outubro 2017, 16h18

Manchester United e Sport Lisboa e Benfica defrontam-se amanhã, terça-feira, para as contas da 4.ª jornada da Liga dos Campeões, em Inglaterra. O desafio tem início às 19h45 em Old Trafford.

Na antevisão ao desafio, realizada esta segunda-feira em Conferência de Imprensa, José Mourinho, treinador do Manchester United lançou a partida e reiterou uma mensagem que tem vindo a vincar desde o início da prova.

"O primeiro objetivo é garantirmos a qualificação e, nesse sentido, um empate deve chegar. O segundo objetivo é acabarmos em 1.º lugar do grupo. Vamos jogar, vamos ver, vamos sentir o jogo e ver o que é possível. Sabemos que vai ser um jogo difícil. O Benfica tem normais e legítimas ambições em ganhar e tentar ter uma última oportunidade de se qualificar para os oitavos de final e vai ser um jogo duro para nós, mas o Benfica também sabe que não terá um jogo fácil”, começou por dizer o treinador português.

Instado a comentar a participação do Benfica na competição, e se a mesma tem sido uma desilusão, José Mourinho foi taxativo e explicou o porquê.

“Para os jogadores não é preciso passar mensagens, porque eles sentem no campo, e os jogadores sentiram que foi fácil ganhar ao Basileia, sentiram que foi fácil ganhar ao CSKA e sentiram que não foi fácil ganhar ao Benfica e que, facilmente, em vez de ter sido 0-1, poderia ter sido 0-0. Os jogadores sentiram que a minha mensagem era correta. O Benfica tem mais qualidade tanto individual, como coletiva, como tática. O Benfica é melhor que os outros dois adversários”, afiançou.

“Desilusão? Não! Estas competições são traiçoeiras e tudo pode acontecer. No Benfica-CSKA, como eu vi e revi, é um pouco difícil de aceitar que o Benfica tenha perdido aquele jogo. É futebol, mas o Benfica é melhor do que as duas outras equipas”, acrescentou.

Relativamente ao Manchester United, José Mourinho analisou ainda a evolução da sua equipa.

“Na época passada estávamos na Liga Europa. Voltámos à Liga dos Campeões, dois anos depois, e isto é a consequência lógica da nossa evolução. Ganhámos a Liga Europa, estamos numa posição positiva na Premier League e somos melhor equipa do que eramos no ano passado. Se nos qualificarmos é a consequência normal do nosso crescimento”, explicou.

Olhando em frente, “neste momento só pensamos no Benfica, no jogo da Liga das Campeões e em mais jogo nenhum”, concluiu o técnico. 

Texto: Sónia Antunes

Última atualização: 31 de outubro de 2017

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Futebol

Presidente Rui Costa: conferência de Imprensa

Na Sala de Imprensa do Estádio Nacional, o Presidente do Sport Lisboa e Benfica, Rui Costa, falou detalhadamente sobre os contornos singulares do desafio B SAD-Benfica, da 12.ª jornada da Liga Bwin, um jogo que o árbitro Manuel Mota deu por terminado ao minuto 48, porque a equipa da casa não tinha um mínimo de sete jogadores em campo.

Futebol

Juvenis B visitaram Casa São Francisco de Assis

A equipa de Juvenis B do Benfica visitou na manhã deste sábado, 27 de novembro, a Casa São Francisco de Assis (Casa do Gaiato), onde fez uma doação de vestuário e de uma bola autografada por todos os elementos. A iniciativa está inserida no projeto "Ligação à Comunidade", sendo que atletas como Francisco Neto e Diogo Rocha, acompanhados por Rita Ferreira, do Departamento de Formação Pessoal e Social, e o psicólogo Ricardo Esteves, tiveram oportunidade de conviver e trocar experiências com utentes da instituição.

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar