4 de novembro de 2017, 16h40

“Vamos a Guimarães com a ambição de conquistar os três pontos”

Futebol

Benfica e V. Guimarães encontram-se, no domingo, no jogo da 11.ª jornada da Liga NOS. Rui Vitória fez a antevisão.

O Benfica desloca-se, no domingo, ao terreno do V. Guimarães para disputar os três pontos em jogo da 11.ª jornada da Liga NOS. O objetivo dos encarnados é só um: vencer.

"É evidente que passados três meses [sobre o jogo da Supertaça] algo se vai passando nas equipas. O Vitória já mudou muitos jogadores. Vejo um jogo diferente porque é um contexto diferente. Os rendimentos são diferentes. Prevejo um jogo difícil, como é habitual em Guimarães. Vai ser um adversário duro e o Vitória tem uma excelente equipa. Por isso, será um jogo difícil, temos de estar preparados para ele. Vamos a Guimarães com a ambição de ganhar e de conquistar os três pontos”, disse o técnico, na conferência de Imprensa realizada no sábado na Sala de Imprensa do Estádio da Luz.

Ambas as equipas vêm de competições europeias e têm tido, por isso, um calendário preenchido e com jogos a meio da semana, que, segundo o treinador do Benfica, em nada vai influenciar a partida.

"É evidente que há esta diferença de tempos, mas muitas vezes isso tem a ver com questões mentais. Claro que talvez o Vitória tenha um intervalo menor, mas o facto de terem vencido dá-lhes uma confiança enorme. Em dois jogos, somaram duas vitórias. Não gosto de entrar por estas questões. Não é só questão física, a parte mental também conta. O fundamental é perceber que tipo de contexto vamos encontrar", analisou.

"Há dados que são objetivos, mas isso é olhar muito para o produto das coisas. É preciso analisar o processo das próprias coisas. E posso dizer que aquilo a que assistimos no jogo em Manchester foi um processo muito positivo de uma equipa que por uma certa infelicidade não faz golo e não ganha o jogo. Nem sempre quando se ganha tudo está bem e quando se perde tudo está mal. Nós temos de ter isso em conta, mas temos de ter noção de uma série de variáveis", salientou.

Jogadas as 10 primeiras jornadas desta Liga NOS – onde os encarnados ocupam a terceira posição, com 23 pontos –, Rui Vitória fez o balanço, lembrando que “no final vê-se quem ganha”.

"Primeiro, quem está na frente tem sido o melhor nestas 10 jornadas. Em termos pontuais, é um facto. Mas também já disso isto: é preciso atenção às análises parcelares, não chegámos a um terço do campeonato. Estamos a viver uma análise estratosférica. Não estou a dizer que seja este o caso, quem vai na frente está a somar pontos e vai na frente. Depois, no final, cá chegaremos a esses balanços e faremos isso. Já vimos histórias de equipas que estiveram na frente e perderam, já vimos histórias de equipas que estavam atrás e conseguiram recuperar. Não estou a referir-me somente à minha equipa. Os campeonatos são mesmo assim. Isto é uma maratona, ou, como já disse, um combate de boxe", afirmou.

"Nos dez jogos anteriores, houve uma série de aspetos que podem ter contribuído para isso. Dava para muita conversa. Mas genericamente: alternância de jogadores, lesões, um início de época que não foi igual para todos... Um ou outro problema que estivemos a analisar e acima de tudo relacionado com o processo defensivo. Quisemos ganhar, passaram dez jogos. Agora queremos melhorar naquilo em que não estivemos tão bem nos dez jogos. Mas posso garantir uma coisa: vamos estar prontos para o que falta do campeonato. Há muita gente que nos quer tirar aquilo que conquistámos por mérito e o título que tivemos no ano passado. Há muita gente a querer ter aquilo que conquistámos. Mas estamos para defender isso e não é fácil tirar-nos aquilo que conquistámos”, acrescentou.

O desafio está agendado para as 18h00 no Estádio D. Afonso Henriques e terá arbitragem de Artur Soares Dias.  

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica 

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar