Futebol

13 novembro 2017, 13h14

Chegou ao Benfica em 2014/15 e rapidamente apaixonou os adeptos do Clube. Com golos para todos os gostos e uma inteligência de jogo ao alcance de poucos, Jonas foi-se destacando no futebol português.

Hoje, o brasileiro admite estar feliz em Portugal e no Benfica, tal como a família. Ainda tem um ano de contrato, mas já faz planos para os últimos capítulos da sua história no futebol.

Acabar a carreira no Benfica? Esse é o meu desejo. Se eu tivesse de voltar para o Brasil, seria para jogar no Guarani, mas aqui está sendo demais. A minha família está muito feliz, eu também… O meu pensamento hoje é terminar aqui no Benfica. Quero jogar até aos 35 anos. Depois, vou analisar e falar com a minha família”, revelou em entrevista à RTP e aos meios do SL Benfica.

Jonas renovação de contrato com Luis Filipe Vieira

E se o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, lhe apresentasse um contrato para jogar até aos 36/37 anos? Assinaria logo?

Não tenho como recusar. Todos me têm tratado com muito carinho. Estou num clube fantástico, com pessoas fantásticas. O presidente é uma pessoa em quem todos têm muita confiança, é muito próximo. Confesso que em todos os clubes por onde passei nunca vi um presidente tão próximo do balneário. Toda a gente sabe o comando que ele tem, conhece como nunca este clube. Se ele tiver essa ideia, é porque confia no meu futebol, mas vamos pensar pouco a pouco. Com o presidente tenho uma relação muito boa”, assinalou.

A carreira que esteve em risco devido a uma infeção bacteriana e o agradecimento ao departamento médico do Benfica

Na época passada, uma lesão no pé direito e posterior infeção bacteriana quase arruinavam a carreira de Jonas, como o próprio confessou.

Aproveito para agradecer de novo a todo o departamento médico do Benfica, a todas as pessoas que acompanharam o meu processo. Foi uma lesão muito difícil e, não vou mentir, chegou a estar em causa a minha carreira. Hoje comentamos muito o que se passa com o Cazorla. Ele teve uma infeção num tendão de Aquiles e está há quase dois anos a lutar para voltar a jogar. No meu caso, foi muito importante a intervenção e o conhecimento dos profissionais que me acompanharam. Estou muito grato. Foi difícil, cheguei a não dormir, mas tranquilizei-me após a segunda cirurgia. Vi que era o melhor caminho, passámos por um bom processo de recuperação, voltei a jogar e hoje o meu pé está muito bom”, confirmou.

Jonas ainda sonha jogar pelo Brasil no Mundial 2018 e vai “reclamar em campo”

Voltar a vestir a camisola da seleção brasileira é um objetivo que Jonas vê como cada vez mais distante, mas a ambição existe. Se pudesse representar o seu país no Mundial 2018 seria formidável.

“É um sonho, mas as chances são remotas porque nunca fui chamado por Tite. Vou reclamar em campo, não posso deixar de pensar nisso. Enquanto não sair a lista definitiva, vou trabalhar por isso. Se não der, vou torcer de fora”, assumiu.

Texto: João Sanches e Marco Rebelo

Fotos: Tânia Paulo e João Paulo Trindade / SL Benfica

Última atualização: 9 de julho de 2019

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar