Basquetebol

18 novembro 2017, 16h19

A equipa de basquetebol segue invicta na LPB após vencer, com alguma dificuldade, a Ovarense por 83-81. O Benfica é líder da classificação, com 14 pontos. 

O jogo começou numa toada equilibrada e com um ritmo elevado. A Ovarense deu bastante réplica, nomeadamente no 1.º período, altura em que o resultado teve várias alternâncias. No final dos primeiros 10 minutos, o placard registava 21-20 para os da Luz.

Com a possibilidade de rodar a equipa, José Ricardo viu a turma vareira ficar mais distante no marcador a meio do 2.º período. Assim, não estranhou quando ao intervalo o resultado era de 42-34 para as águias. 

Destaque, na primeira parte, para o tiro exterior com bastante eficácia por parte de ambos os emblemas. 

Na segunda parte esperava-se uma Ovarense a ressentir-se do ritmo elevado da partida, mas nada mais errado. Os comandados por Nuno Manarte mantiveram-se por perto e conseguiram, inclusive, passar para a frente do marcador (46-47). Sol de pouca dura. O susto acordou as águias, que voaram bem alto até aos 60-54 à entrada para os derradeiros 10 minutos do encontro. 

No último período, o Benfica foi controlando a diferença pontual a seu favor até que, nos últimos minutos, a Ovarense encetou uma recuperação por conta do acerto no tiro exterior. Ainda assim, os comandados por José Ricardo acabaram por vencer (83-81). 

A equipa benfiquista volta a entrar em ação diante da Oliveirense a 29 de novembro, às 21h00, no Pavilhão Dr. Salvador Machado. Este jogo diz respeito à 2.ª jornada da Liga Portuguesa de Basquetebol.

José Ricardo no Benfica-Ovarense

No final da difícil vitória com a Ovarense, José Ricardo contou que sempre confiou no triunfo e no que os jogadores faziam dentro de campo.

“Temos adversários e por vezes esquecemo-nos disso. Não me custa nada admitir quando são competentes e criam problemas. Jogaram bem as posses de bola. Sabíamos que eles iam tentar os triplos, mas não queríamos faltas. Controlámos o marcador, mesmo quando apertado. Poderíamos ter marcado mais pontos e distanciar-nos. Mesmo com o jogo apertado senti a equipa confortável, não a senti em pânico”, referiu o treinador do Benfica à BTV.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

 

Última atualização: 9 de julho de 2019

Patrocinadores Basquetebol


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar