29 de dezembro de 2017, 23h47

Segunda parte como farol para o Penta

Futebol

Dando minutos a jogadores menos utilizados, o Benfica fechou o primeiro tempo da visita ao V. Setúbal a perder por 2-0, mas foi capaz de se encontrar e corrigir após o intervalo, chegando ao 2-2 na conclusão da campanha na Taça da Liga CTT.

Fim de campanha para o Benfica na Taça da Liga CTT, com um empate (2-2) perante o V. Setúbal no Estádio do Bonfim. Com uma segunda parte bem conseguida, dentro dos mínimos necessários para atacar o Pentacampeonato (o grande objetivo da temporada), as águias corrigiram a desvantagem (2-0) acumulada no primeiro tempo, período em que foram penalizadas na sequência de dois lances de bola parada (canto e livre lateral).

Com maior serenidade e clarividência nos últimos metros, o Benfica poderia mesmo ter virado o resultado do avesso, na jornada de encerramento desta fase da competição, cujas contas de apuramento no Grupo A já estavam definidas antes desta partida, seguindo os sadinos para as meias-finais.

Rui Vitória guardou muitas das unidades mais utilizadas no Benfica e deu espaço e tempo àqueles que se apresentam nesta altura com menos minutos nas pernas.

O início de jogo até foi positivo para o Benfica, denotando agressividade na luta pela posse de bola e intuito de meter velocidade na construção e no desenvolvimento de ataques. Aos 3’, depois de uma combinação entre Rafa e Eliseu na asa esquerda, o lateral soltou-se na área, cruzou rasteiro e João Carvalho chutou para defesa de Trigueira. Na segunda vaga, Filipe Augusto errou o alvo. Os encarnados enjeitavam excelente oportunidade para se adiantarem no marcador.

O Vitória de Setúbal começou a espevitar quando se esgotou o primeiro quarto de hora da partida. Aos 16’, Bonilha aproveitou uma brecha para se infiltrar na direita e, já na área, obrigar Svilar a intervenção valiosa.

O jogo perdeu alguma objetividade no segundo quarto de hora, mas os sadinos conseguiram tomar a dianteira do resultado aos 30’, na sequência de um canto batido à direita por Nuno Pinto. Gonçalo Paciência, pelo ar, cabeceou para uma defesa por instinto de Svilar e Vasco Fernandes, na recarga, também de cabeça, enviou a bola para as malhas: 1-0.

No lance do golo sadino, Svilar bateu com a cabeça no poste, ficou combalido e, depois de lhe ser prestada assistência médica, teve de ser rendido. Logo a seguir, já com Bruno Varela, aquecido à pressa, entre os postes, a equipa da casa alcançou o segundo golo. Nuno Pinto cobrou livre à direita aos 39’ e Pedro Pinto, de cabeça, fez a emenda na área: 2-0.

A segunda parte abriu com um susto para o Benfica, mas Bruno Varela mergulhou aos pés de Gonçalo Paciência e resolveu.

Aos 52’, o Benfica atenuou o desnível. Rafa serviu João Carvalho e este foi perfeito na desmarcação na área, na receção, na finta e no passe rasteiro na direção de Seferovic, que só teve de levar o pé esquerdo à bola e encostá-la para as redes: 2-1.

O Benfica queria reparar o prejuízo da primeira parte e foi para cima dos sadinos. Aos 58’, a bola entrou mesmo pela segunda vez na baliza do V. Setúbal, com Rúben Dias a cabecear ao segundo poste e a valorizar em dobro o cruzamento arrancado na direita pelo pé esquerdo de Zivkovic.

Feito o 2-2, passar para a frente no resultado era o objetivo declarado dos encarnados, que a partir dos 64’ tiveram Krovinovic no lugar de Filipe Augusto sobre a zona central do terreno.

Dominando o jogo, a equipa benfiquista procurou ser rápida na circulação de bola e perfurante, em busca do terceiro golo.

Raúl saltou para dentro de campo aos 75’, rendendo Rafa. O Benfica refrescava-se na frente e adicionava faro de golo à sua linha. Aos 78’, Seferovic ficou a centímetros do 2-3: desmarcou-se pelo meio, fugiu à linha defensiva sadina, dominou no peito e disparou de pé esquerdo, com a bola a passar rente ao poste esquerdo.

Pese a vontade evidenciada, faltou alguma dose de discernimento às águias nos últimos metros para que fossem criadas ocasiões claras de golo.

Texto: João Sanches

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar