26 de janeiro de 2019, 17h50

Basquetebol: Clássico perdido

Basquetebol

Benfica torna a entrar em quadra no sábado, às 15h00, com uma receção ao CAB Madeira.

SL Benfica viajou, esta tarde de sábado, até ao Pavilhão Dragão Caixa para defrontar o FC Porto, num clássico referente à 16.ª jornada da Fase Regular da Liga Portuguesa de Basquetebol. Derrota no clássico: 96-78.

Em conferência de Imprensa de antevisão, o treinador Arturo Álvarez tinha perspetivado “um jogo intenso, muito tático”… e não se enganou, com os primeiros minutos a mostrarem isso mesmo.

A jogar em casa, o FC Porto mostrou-se mais eficaz no imediato e, com quatro minutos jogados do 1.º quarto, vencia, por 15-5, com o técnico das águias a pedir de imediato um time out para corrigir. Fábio Lima, com um triplo e mais um lançamento de dois, deu o mote e encurtou a desvantagem (15-10). Defesas metódicas, qb agressivas e em grande plano nas duas formações, com o equilíbrio a ser a nota dominante, mas com a eficácia na Hora H a fazer toda a diferença. Nesse aspeto, os azuis e brancos estiveram em melhor plano e chegaram ao cabo dos primeiros dez minutos a vencer por 34-19.

RESUMO DO 1.º QUARTO

  

Entrada decidida das águias no 2.º quarto, com Tomás Barroso em destaque, a colocar as equipas separadas por dez pontos (36-26). O Benfica reagia, carregava e, com seis minutos para se atingir o intervalo, o marcador registava um 38-31, naquela que foi a fase de maior acerto do Benfica até ao momento. Perante a aproximação dos encarnados, reação do outro lado da barricada, com os anfitriões a dilatarem a vantagem. [INTERVALO: 56-39] 

RESUMO DO 2.º QUARTO

Segunda metade e a toada manteve-se, o mesmo que dizer que tudo corria bem ao FC Porto, com o Benfica a ser manifestamente infeliz. Com 24 pontos a separarem as equipas (67-43) com apenas 4 minutos jogados no 3.º quarto, Arturo Álvarez pediu time out para tentar inverter a situação. As águias bem tentaram, mas hoje não era dia… com o fosso a aumentar. Com 3’33s para jogar, 79-43 era o resultado. Seguiu-se o espetáculo dos triplos, com o Benfica a reagir novamente... mas não chegou! [3.º quarto: 87-58] 

RESUMO DO 3.º QUARTO

Nos derradeiros dez minutos, e com tudo praticamente decidido, a corrente de jogo manteve-se, a qualidade baixou, num clássico decidido pela eficácia dos anfitriões, que foram melhores em algumas das fases cruciais do jogo e conseguiram cavar uma preciosa vantagem pontual, perante um Benfica que foi claramente infeliz. [RESULTADO FINAL: 96-78] 

Com este resultado, o Benfica perde a invencibilidade na prova e soma 31 pontos na classificação geral.

Cinco inicial do Benfica: Micah Downs, José Silva, Fábio Lima, Juan Cantero e Xavi Rey.

As emoções da LPB voltam no próximo fim de semana com o Benfica a regressar ao Pavilhão Fidelidade. Numa partida referente à 17.ª jornada da competição, as águias recebem a formação do CAB Madeira, um jogo marcado para as 15h00 de sábado.

Texto: Sónia Antunes

Fotos: SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar