11 de fevereiro de 2019, 18h28

Pavilhão cheio para reviravolta épica

Voleibol

A equipa de voleibol do SL Benfica recebe esta quarta-feira o Belogorie Belgorod, em jogo da 2.ª mão dos quartos de final da Challenge Cup.

Após a derrota em solo russo nas contas da 1.ª mão dos quartos de final da Challenge Cup de voleibol, a turma orientada por Marcel Matz precisa de uma vitória por 3-0 ou 3-1 e assim forçar o golden set. Apoio vindo das bancadas nesta 2.ª mão será fundamental para catapultar o Benfica para uma reviravolta épica.

Voleibol

Na conferência de imprensa de antevisão do encontro, Marcel Matz recordou o jogo na da 1.ª mão.

“São duas grandes equipas que estão a fazer grandes temporadas. Acredito num jogo melhor do que na Rússia. Equilibrámos, mas não conseguimos sair na frente. Alguns jogadores saíram um pouco tristes pelo rendimento pessoal e tenho a certeza de que nesta quarta-feira ainda vão estar mais focados. A equipa só tem a ganhar com isso”, referiu, revelando os efeitos das últimas vitórias frente ao Sporting e V. Guimarães nos níveis anímicos dos seus atletas: “Estamos 100% focados nesta 2.ª mão da Challenge Cup. Estamos motivados e as vitórias ajudam se os jogadores tiverem uma boa consciência, porque, caso contrário, pode atrapalhar. Mas, conhecendo-os, sei que elas vão contribuir para estarmos mais aptos.”

Quanto à partida, o técnico brasileiro prevê um jogo muito equilibrado onde todos os jogadores vão ter de estar no seu melhor.

“Vai ser um jogo decidido no detalhe, difícil. É uma equipa muito equilibrada e não dá muita margem para algum jogador ter um desempenho mais fraco. Se isso acontecer, eles reorganizam-se e torna-se tudo mais complicado”, frisou.

Voleibol

Há quase uma década a envergar o Manto Sagrado, ninguém melhor do que Zelão para falar sobre a importância dos adeptos neste tipo de confrontos europeus.

A presença dos adeptos é fundamental. A equipa conta com a presença deles. Jogar aqui com a pressão dos adeptos é completamente diferente e é uma peça fundamental para darmos a volta a esta eliminatória. Será muito importante ter a casa cheia”, referiu o central carioca.

Depois de ter sido um dos protagonistas da equipa das águias que em 2015 atingiu a final da competição, Zelão conhece bem os desejos da massa associativa, mas também reconhece um grande fosso entre a competitividade dos dois campeonatos.

“Quando perdemos também sentimos a frustração dos adeptos. Temos uma ambição bastante grande e sabemos que esta prova é um sonho dos benfiquistas. A exigência dos Campeonatos ainda faz a diferença. Eles têm 6/7 equipas a lutar pelo título, nós só temos 2/3. Acabam por ter jogos competitivos com mais regularidade”, finalizou.

Voleibol

A partida com o Belogorie Belgorod, oportunidade única para ver um jogo de voleibol de excelência, com alguns dos melhores praticantes do mundo, está agendada para esta quarta-feira, às 20h30, no Pavilhão n.º 2 da Luz. Os bilhetes podem ser adquiridos em todas as Benfica Official Stores ou nas Casas do Benfica com sistema de bilhética.

Texto: Luís Afonso Guerreiro

Fotos: Francisca Caria / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar