21 de fevereiro de 2019, 10h18

Liga Europa: raio-X do Galatasaray

Futebol

Antes de novo desafio diante do Benfica, o conjunto turco derrotou o Kasimpasa por 1-4, na 22.ª ronda do campeonato. Na Luz, o encontro é às 20h00 de quinta-feira.

O Benfica tem duelo agendado com o Galatasaray para a segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa. Antes do jogo no Estádio da Luz, às 20h00 de quinta-feira, dia 21 de fevereiro, o Site Oficial mostra-lhe o que fez o adversário no último jogo na Liga turca.

Para a partida da 22.ª jornada do campeonato frente ao Kasimpasa, e tendo o onze inicial como referência, o treinador Fatih Terim mexeu em relação à competição europeia. A defesa e o meio-campo foram alvo de rotatividade, com o Galatasaray a usar, por exemplo, como defesa-esquerdo Emre Tasdemir, futebolista que nem sequer está inscrito na Liga Europa; no miolo, destaque para as titularidades de Ryan Donk e de Ínan, dois jogadores que não foram utilizados frente ao Benfica em Istambul. Ainda no jogo com o Kasimpasa, realce para a entrada de Mitroglou no decorrer da partida. O avançado, ex-Benfica, também não pode ser utilizado na prova da UEFA.

O Galatasaray venceu fora de portas, por 1-4, com tentos de Belhanda e hat-trick de Féghouli. O extremo argelino foi o homem do jogo e teve uma eficácia acima da média: três golos em quatro remates à baliza. Destacou-se, ainda, segundo o Wyscout, nos três dribles em cinco tentados, nos 50 passes em 60 realizados, foi bem-sucedido em 60 das 85 ações em que participou e recuperou duas bolas no meio-campo adversário.

Raio-X do Galatasaray

Os dois futebolistas utilizados que não serão opção com o Benfica – Emre Tasdemir e Mitroglou – tiveram participação em vários aspetos do jogo, com base nos números apresentados no mesmo Wyscout. O defesa-esquerdo jogou 63 minutos, foi bem-sucedido em 33 das 64 ações (52%), acertou 29 dos 35 passes (83%) e recuperou seis bolas, uma delas no meio-campo adversário; em contraponto só ganhou quatro dos 25 duelos em que se envolveu.

Mitroglou entrou aos 79 minutos, venceu sete das 10 ações (70%) e acertou todos os (seis) passes que fez, um deles deixou Onyekuru na cara do golo, mas o remate do nigeriano saiu por cima.

Por motivos diferentes – está suspenso por cartões amarelos – o médio-defensivo Fernando não é opção para Fatih Terim e vai perder, assim, a oportunidade de regressar a Portugal. Outro jogador que descansou com o Kasimpasa foi N’Diaye.

Raio-X do Galatasaray

Poderio ofensivo e eficácia

Coletivamente, o Galatasaray mostrou números interessantes diante do Kasimpasa. A plataforma Wyscout mostra-nos uma formação turca eficaz, que acertou 60% dos remates na baliza (seis em 10); teve posse de bola na ordem dos 67% e uma percentagem de acerto de passe muito alta: 90% (596 em 663). É ainda forte na bola parada: três dos quatro cantos resultaram em remates à baliza do Kasimpasa.

Contudo, perdeu mais bolas do que recuperou (77 contra 89), os seus jogadores só venceram 39% dos duelos em que participaram, a eficácia dos cruzamentos fixou-se nos 20% e permitiu mais disparos (12) do que os que efetuou (10).

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Facebook do Galatasaray

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar