Futebol

04 março 2019, 20h13

João Félix

João Félix estreou-se nesta época na equipa principal do Benfica onde já conquistou um lugar de destaque. Titular na formação principal desde a chegada de Bruno Lage, o jovem avançado é figura de relevo no Magazine da UEFA.

“Todo o Benfiquista gostaria de vestir esta camisola. Paixão, um sentimento também de responsabilidade e a história que o Clube tem faz-nos apaixonar cada vez mais”, começou por explicar o avançado do Benfica em declarações ao Magazine da Liga Europa, numa edição onde se dá destaque ao trabalho de formação realizado desde há mais de 12 anos no Caixa Futebol Campus.

“Trabalho árduo e dedicação. Se combinares isso com talento, tudo é possível”, garantiu.

Seferovic e João Félix

Com 11 golos em 28 jogos com a camisola do Benfica, é hoje uma peça importante no sistema tático de Bruno Lage. No entanto, as coisas parecem nem sempre ter corrido bem para o jovem de 19 anos.

“Cheguei ao Benfica numa altura em que não jogava. Parecia que já não sentia prazer em jogar futebol. Estive mesmo para deixar o futebol e experimentar outro desporto. Depois o meu pai convenceu-me, disse-me que nada ia ser fácil, que tudo era conquistado com sacrifício. Ouvi o que ele disse e segui o meu caminho”, confessou, recordando os tempos em que jogava na formação do FC Porto.

“Como não sou forte fisicamente, tenho de compensar com outras características. Acho que penso um pouco mais à frente, prevejo as coisas antes de elas acontecerem, o que me permite estar melhor posicionado e fazer mais passes para finalização”, explicou o jovem avançado.

Para Rui Costa, administrador da SAD encarnada, o camisola 79 é um exemplo da capacidade de formação das águias, um projeto que integra com “orgulho”.

“O João é mais uma das pérolas que tem saído da nossa formação. Hoje é o miúdo do momento com todo o mérito. O João é um bom exemplo do que estamos a tentar formar”, reforçou Rui Costa.

João Félix

João Félix foi uma das principais figuras do Benfica até à final da UEFA Youth League. Ao todo, foram dez os compromissos disputados pelo jovem na prova em 2016/17, onde marcou seis golos, incluindo um bis diante do Real Madrid nas meias-finais da competição.

“Jogámos contra as grandes equipas, jogadores que agora estão a jogar na Liga dos Campeões, na equipa A, que são titularíssimos. Era uma competição que sempre quisemos ganhar, sempre o procurámos, infelizmente não conseguimos. Fez-nos crescer muito, aprendemos muita coisa com essa competição”, recordou.

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

João Félix chegou ao Benfica em 2015 já para integrar a equipa de Juvenis. Bastou um ano para começar a ser escolha na Equipa B das águias, com apenas 16 anos.

“Ao início foi complicado. Na equipa A, a envolvência é muito maior tal como a responsabilidade. Com o tempo e com a ajuda das pessoas certas, consegui conciliar tudo. Apenas um lote restrito de jogadores pode jogar no Benfica, não é quem quer. Isso dá-nos responsabilidade. Sabemos que é um clube dos mais conhecidos a nível mundial, com a sua história. Sinto-me extremamente feliz por ter esta oportunidade”, confessou o jovem futebolista.

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Última atualização: 9 de julho de 2019

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar