9 de março de 2019, 16h04

Ana Catarina: “Três pontos essenciais para a reconquista do título”

Futsal Feminino

O Benfica recebe o Sporting (domingo, às 18h00), em jogo da 3.ª jornada da fase de apuramento de campeão do Nacional de futsal feminino.

Continuar no topo da tabela classificativa é o principal objetivo para o dérbi de domingo (18h00, no Pavilhão n.º 2 da Luz). Separados por apenas um ponto, Benfica e Sporting disputam a 3.ª jornada da fase de apuramento de campeão do Nacional de futsal feminino, num dérbi que Ana Catarina prevê “muito competitivo”.

“Acima de tudo uma partida muito competitiva, como todos os dérbis são, muito intensa, um bom espetáculo de futsal. Vai haver muita entrega da nossa parte e faremos tudo para alcançar os três pontos, que são essenciais para a reconquista do título”, explicou a guarda-redes encarnada à BTV.

“Neste momento estamos em primeiro lugar, a par do Novasemente – com os mesmos pontos [4] –, o Sporting já está atrás de nós [3 pontos], sofreu uma derrota, e, se pudermos aumentar a distância, melhor. Mas não é esse o nosso principal objetivo. O nosso objetivo é alcançar os três pontos e manter a liderança. Esse é o foco”, garantiu Ana Catarina.

Raça, crer e ambição são sempre os segredos que nós utilizamos em campo para poder alcançar os resultados que, felizmente, temos alcançado”, acrescentou.

Ana Catarina

“É um orgulho enorme”

Depois de três anos consecutivos no segundo lugar, Ana Catarina foi eleita Melhor Guarda-redes do Mundo pelo Futsal Planet. Aos 26 anos, a guardiã do Benfica (desde 2007/08) e da Seleção Nacional exibiu o prémio e considerou-o uma “recompensa pelo trabalho” de anos de carreira.

“É um sentimento de muito orgulho, muita felicidade e a recompensa pelo trabalho que tenho feito ao longo da minha carreira – não só na última época, mas ao longo de todos estes anos. Estou, acima de tudo, muito feliz por poder partilhá-lo com todos os Benfiquistas, por ter alcançado este patamar pelo Benfica e com o Benfica. É um orgulho enorme”, confessou.

“Nos últimos três anos fiquei sempre em segundo lugar, com uma diferença entre 10 e 30 pontos e, felizmente, este ano consegui alcançá-lo”, explicou.

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar