Futebol

31 março 2019, 13h13

Fernando Chalana com o Benfica B após a vitória na Amoreira

De visita ao Estádio António Coimbra da Mota, reduto onde mora o Estoril (candidato à subida de divisão), o Benfica B foi mais forte e eficaz na finalização e triunfou por 1-3 na 27.ª jornada da II Liga.

RESUMO DO JOGO

Com uma abordagem ao jogo muito positiva e afinada, a equipa B das águias criou tema na baliza do Estoril aos 5'. Numa segunda vaga após canto batido na esquerda, o lateral Frimpong armou o cruzamento e o central Kalaica, superior nas alturas no meio da área, cabeceou com pontaria, fazendo o 0-1.

Os recursos de Zlobin, que neste fim de semana atuou pelo Benfica B, foram rapidamente postos à prova pelos estorilistas, mas o guarda-redes mostrou competência, sustendo, antes de se atingir o minuto 10, um tiro de meia distância que ameaçava terminar em golo.

Numa saída rápida bem elaborada (iniciada por recuperação de Nuno Santos), as águias alcançaram o 0-2 por intermédio de Willock, que encostou na pequena área após uma assistência de Bernardo a partir da esquerda, depois de este ter sido desmarcado pelo avançado Pedro Henrique (23').

O Benfica B estava fogoso no ataque e elevou a contagem aos 26': Alex Pinto avançou na direita, cruzou e Pedro Henrique mergulhou para, de cabeça, rubricar o 0-3.

A perder por três bolas de diferença, o Estoril não se rendeu e esforçou-se para justificar e comprovar no relvado o estatuto de candidato à promoção à I Liga do futebol português. E a réplica dos canarinhos foi forte até ao fim da primeira parte, dando trabalho à organização defensiva do Benfica B e ao guarda-redes Zlobin. Porém, com bola, as águias também não concediam tréguas ao anfitrião. Resultado ao intervalo: 0-3.

Fernando Chalana Estoril-Benfica B

Sob o olhar da glória benfiquista Fernando Chalana, os encarnados reentraram com muita energia e dispuseram de duas chances para apontar o 0-4 nos instantes iniciais do segundo tempo, mas nem Pedro Henrique nem Bernardo tocaram para as malhas no momento-chave dos lances.

Pedro Henrique, solicitado pelo recém-entrado Zé Gomes (substituiu Willock aos 71'), tornou a bater o guardião estorilista quando se atingiu o minuto 72 da partida, mas o lance foi invalidado por posição de fora de jogo do avançado das águias.

O acerto e o bom jogo do Benfica B foram criando alguma descrença no Estoril, que, ainda assim, obrigava a defensiva dos encarnados a um permanente estado de concentração. Todavia, aos 86', os canarinhos reduziram: 1-3 por Yan. Estava feito o resultado final.

Onze inicial do Benfica B: Zlobin; Alex Pinto, Kalaica, Pedro Álvaro e Frimpong; Florentino, Benny e Nuno Santos; Willock (Zé Gomes aos 71'), Bernardo (David Tavares aos 77') e Pedro Henrique (Saponjic aos 82'). 

Suplentes: Fábio Duarte, Zec, Mendes, Vukotic, David Tavares, Saponjic e Zé Gomes.

Boletim clínico: Vitalii Lystcov (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho esquerdo); Daniel dos Anjos (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho direito).

Estoril-Benfica B

"Fomos muito competentes"

Renato Paiva (treinador do Benfica B): "Era importante saber o que fazer com e sem bola, perante um adversário difícil. Marcar cedo deu-nos estabilidade. Eu disse aos jogadores que a pressão estava no outro balneário. Se entrássemos fortes, jogando, tendo bola, enervando o adversário e marcando primeiro, ia ser mais complicado para o Estoril. E foi assim. Aproveitámos desequilíbrios que sabíamos que iam acontecer, porque trabalhámos isso, o Estoril ia querer assumir mais o jogo e abrir espaços. Fomos muito competentes com bola e eficazes."

Pedro Henrique (avançado do Benfica B): "Sabíamos que ia ser um jogo difícil, o Estoril é uma boa equipa, mas conseguimos fazer um bom jogo e vencemos. Marquei o primeiro golo pelo Benfica B, teve um significado especial. Agradeço ao grupo, que fez um excelente jogo. Sem eles não teria marcado. Espero que seja o primeiro de muitos."

Texto: João Sanches

Fotos: SL Benfica

Última atualização: 9 de julho de 2019

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Futebol

Por dentro da vitória na 7.ª jornada da Liga Bwin

Apoiada pelos Benfiquistas, antes e durante todo o jogo no Estádio D. Afonso Henriques, a equipa comandada por Jorge Jesus superou o Vitória de Guimarães no Minho, na 7.ª jornada da Liga Bwin, continuando 100 por cento vitoriosa na competição, que lidera com quatro pontos de vantagem. Os bastidores de mais três pontos, autenticados pelos golos de Yaremchuk (2) e João Mário, estão neste vídeo...

Futebol

Darwin "muito feliz" pelos 50 jogos

Em Guimarães, na tarde/noite de 25 de setembro, Darwin completou meia centena de jogos oficiais com o Manto Sagrado, um registo que, confessou, o deixa "muito feliz". Lançado na equipa titular, o avançado somou os primeiros 90 minutos seguidos nesta temporada, envolvendo-se na dinâmica que, no terreno do Vitória, conduziu o Benfica ao sétimo triunfo seguido (1-3) em outras tantas jornadas na Liga Bwin.

Futebol

V. Guimarães-Benfica em imagens

Melhor ataque da Liga Bwin (agora com 19 golos), o Benfica partiu para um triunfo seguro (1-3) no terreno do Vitória de Guimarães. São sete vitórias em sete jornadas, 21 pontos que sustentam a liderança isolada num arranque perfeito no Campeonato. Yaremchuk (2) e João Mário marcaram os golos do Glorioso.

Andebol

Adeptos convidados para jogo decisivo

Às 19h45 de terça-feira, 28 de setembro, joga-se uma partida decisiva no Pavilhão n.º 2 da Luz, com o Benfica a receber o Rhein-Neckar Löwen na 2.ª mão da 2.ª ronda de acesso à EHF European League. O apoio dos Benfiquistas será vital, e os andebolistas Carlos Martins e Rogério Moraes convidam-nos a marcar presença. O intervalo do duelo de hóquei deste sábado no Pavilhão Fidelidade foi aproveitado para uma abordagem direta. Na Alemanha registou-se um empate (31-31).

Basquetebol Feminino

Está conquistada a 1.ª Supertaça do palmarés!

Numa exibição forte, com garra e ambição, ante o V. Guimarães, neste sábado, 25 de setembro, o Benfica foi superior (77-75) e conquistou a 1.ª Supertaça do seu palmarés. Para a equipa feminina de basquetebol do Clube, a história continua a escrever-se, com triunfos inéditos! Raphaella Monteiro, extrema e reforço das águias, esteve em grande destaque no seu primeiro jogo oficial pelo Benfica, tendo sido titulada de MVP da partida. Veja aqui as melhores imagens da final...

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar