23 de abril de 2019, 13h20

Pole position à Benfica!

Futsal

A equipa de futsal do Sport Lisboa e Benfica terminou a fase regular da Liga Sport Zone na primeira posição da tabela classificativa.

O triunfo no reduto do SC Braga, por 0-4, na última jornada da fase regular do Campeonato Nacional de futsal, foi o 25.º em 26 partidas disputadas na primeira etapa da prova e garantiu aos encarnados a pole position para o ataque aos playoffs.

Melhor ataque da competição com 149 golos marcados, melhor defesa com apenas 35 sofridos, 75 pontos, um espírito de grupo sui generis, muito trabalho e o topo da tabela classificativa de forma isolada. Este é um curto resumo para a prestação da equipa de futsal do Sport Lisboa e Benfica na fase regular da Liga Sport Zone.

Benfica-Belenenses

Em comparação com o mesmo período na temporada passada, as águias registaram menos uma derrota e um empate, sendo que se verificou também um aumento residual dos golos marcados (147 para 149) e um decréscimo dos sofridos (43 para 35). A grande diferença, porém, e que os números podem ajudar a explicar, cifra-se na classificação. Desta feita o Benfica bateu o eterno rival Sporting na luta pela primeira posição da fase regular e garantiu assim o fator casa num hipotético quinto e decisivo jogo da final da Liga Sport Zone.

No entanto, os méritos da formação que nesta época já levantou a Taça da Liga vão mais longe. Ao longo das 26 jornadas, o técnico Joel Rocha utilizou um total de 17 atletas. Destes, quatro são provenientes da formação das águias (Cristiano, André Correia, Afonso Jesus e Silvestre Ferreira).

Benfica-Rio Ave

Numa lógica de rotação equilibrada e a gestão de sete atletas com estatuto de não formados localmente quando apenas cinco podem constar na ficha de jogo, Fernandinho e Robinho terão sido, porventura, as peças de maior enfoque no xadrez encarnado. Os brasileiros pontuam na primeira posição do ranking de atletas com mais golos marcados e com mais assistências, respetivamente, ao cabo das 26 jornadas da fase regular.

Fernandinho apontou 31 golos em 20 jogos, representando uma média de 1,55 golos por jogo. Já Robinho efetuou 20 assistências para golo nos 24 encontros que disputou, sendo que o próprio também atirou 10 vezes a contar para as balizas adversárias. O internacional português Fábio Cecílio foi o único atleta presente em todas as convocatórias.

Sporting, Modicus, Fundão, Leões P. Salvo, SC Braga, Quinta dos Lombos e Eléctrico, por esta ordem, são as equipas que acompanham o Benfica à entrada para os playoffs. O Eléctrico de Ponte de Sor, a última equipa a garantir vaga para a fase mais empolgante da temporada, será o adversário do Clube da Luz nos quartos de final, agendados para o primeiro fim de semana de maio.

Apesar da excelente campanha, será com os pés bem firmes na terra que as águias vão voar para tentar a ambicionada reconquista.

Texto: Luís Afonso Guerreiro

Fotos: Arquivo / SL Benfica 

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar