27 de abril de 2019, 16h54

Vitória encarnada de notória superioridade

Basquetebol

A equipa de basquetebol do Benfica venceu a Ovarense na 8.ª jornada da 2.ª fase da Liga Portuguesa de Basquetebol.

O Benfica, comandado por Carlos Lisboa, recebeu e venceu a formação da Ovarense por notórios 90-61, num jogo que se realizou no Pavilhão Fidelidade, relativo à 8.ª jornada da 2.ª fase da Liga Portuguesa de Basquetebol. 

RESUMO DO JOGO

Antes do início da partida foi respeitado um minuto de silêncio em memória de Amadeu Rocha, seccionista do Benfica recém-falecido. O encontro arrancou com Mickell Gladness a conquistar a primeira posse de bola para os encarnados. A jogada prosseguiu e Micah Downs fez os primeiros dois pontos para a equipa comandada por Carlos Lisboa. Estava dado o mote para o que se iria ver no Pavilhão Fidelidade.

As águias conseguiram dilatar a vantagem (6-2) através da marcação de lances livres. O jogo interior do Benfica obrigava os jogadores da Ovarense a cometerem faltas para conseguir impedir a passagem dos atletas encarnados.

Notava-se claramente na quadra que o Benfica estava por cima do jogo, mais confiantes e seguras nas penetrações da zona interior, as águias alcançaram uma vantagem de 18-9. Os adeptos presentes estavam satisfeitos com o que viam e no final do 1.º quarto o Benfica vencia com uma margem de 18 pontos. Resultado: 27-9.

RESUMO DO 1.º QUARTO

A Ovarense entrou melhor no 2.º quarto, sendo que Will Perry era o elemento em evidência por parte da equipa forasteira. O jogador americano era quem estava a descobrir alguns espaços na defensiva encarnada e a formação de Ovar ia reduzindo a desvantagem para 12 pontos (29-17).

O desconto de tempo pedido pelo técnico Carlos Lisboa surtiu efeito e Mickell Gladness respondeu da melhor forma. O atleta encarnado, com os seus afundanços, fazia com que os adeptos presentes nas bancadas se levantassem para aplaudir.

As águias não deixaram a Ovarense respirar e voltaram a cavar uma diferença de 29 pontos. No final do 2.º quarto o painel eletrónico do Pavilhão Fidelidade assinalava: 51-22.

RESUMO DO 2.º QUARTO

O período de intervalo, note-se, foi aproveitado para homenagear a equipa de voleibol do Benfica que no dia 25 de abril conquistou o 8.º Campeonato Nacional do seu palmarés, juntando este troféu à Supertaça e à Taça de Portugal para completar o Triplete em 2018/19.

No início do 3.º quarto a toada do jogo manteve-se. As águias continuaram por cima do jogo, mas a Ovarense demonstrou maior percentagem de eficácia. 

Micah Downs continuava a dar espetáculo! Numa espetacular jogada do Benfica, Mickell Gladness recuperou a bola na sua zona defensiva, colocou em Miguel Cardoso, que rapidamente passou para o camisola 0 das águias. Downs não se intimidou e afundou a contar.

As águias não quebraram e no final do 3.º quarto o resultado era de 69-41.

RESUMO DO 3.º QUARTO

No 4.º quarto houve um melhor jogo defensivo de ambas as partes, mas também alguns dos lançamentos não foram realizados da forma mais eficaz. Apesar disso os adeptos presentes nas bancadas puderam ver, pela segunda vez, a equipa encarnada a vencer por uma margem de 30 pontos.

Raramente os comandados de Carlos Lisboa precisaram de recorrer aos lançamentos exteriores, as jogadas fluíram e o Benfica manteve uma vantagem confortável. Resultado final: 90-61

RESUMO DO 4.º QUARTO

Os marcadores do Benfica foram Micah Downs (24), Álex Suárez (16), Miguel Cardoso (11), Mickell Gladness (9), Cláudio Fonseca (8), Rafael Lisboa (6), Arnette Hallman (4), Jacques Conceição (4), Juan Cantero (4), Tomás Barroso (2) e José Silva (2).

Na próxima jornada (9.ª) as águias irão receber a formação do Lusitânia no Pavilhão Fidelidade

Cinco inicial do Benfica: Micah Downs, Juan Cantero, Tomás Barroso, Arnette Hallman e Mickell Gladness.

Texto: Diogo Nascimento

Fotos: Francisca Caria / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar