27 de abril de 2019, 12h57

Segunda parte de qualidade catapultou o Benfica para a vitória 

Futebol

O Benfica venceu a formação do Braga na 9.ª jornada da fase de apuramento de campeão da Liga Revelação.

A equipa Sub-23 do Benfica recebeu e venceu o SC Braga por 3-1 no Caixa Futebol Campus. Uma segunda parte de grande qualidade permitiu às águias conquistar os três pontos na 9.ª jornada da fase de apuramento de campeão da Liga Revelação.

RESUMO DO JOGO

As duas formações respeitaram-se mutuamente nos minutos iniciais, cabendo ao Benfica assumir as despesas do jogo. Com calma e paciência, as águias foram circulando a bola e as oportunidades começaram a surgir. Aos 4', Luís Lopes desferiu um potente remate de meia distância que passou muito perto do poste esquerdo da baliza. 

Após as oportunidades encarnadas, foi a formação bracarense que esteve perto de inaugurar o marcador por intermédio de Midana. Depois de um cruzamento, prontamente afastado pelo guarda-redes Carlos Santos, o esférico sobrou para o camisola 10 dos minhotos, que disparou para o canto inferior esquerdo. Valeu Miguel Nóbrega, bem posicionado, a negar o primeiro tento no desafio.

Os papéis inverteram-se e nesta fase da partida era o Braga quem mantinha a posse de bola, construía e aproximava-se mais vezes das zonas avançadas do terreno.

[GOLO: 0-1] Os bracarenses pressionavam e inauguraram o marcador aos 26'. Miguel Nóbrega não conseguiu afastar o cruzamento efetuado por Fabiano e Namora, no sítio certo, atirou a contar.

O Benfica, que procurava o segundo triunfo seguido, começou, aos poucos, a desamarrar-se do seu sector defensivo. Os comandados de Luís Tralhão subiram as suas linhas e iam canalizando a maior parte do jogo ofensivo no flanco esquerdo, através das sucessivas investidas de Ricardo Araújo.

Os minhotos, agressivos na perda de bola, conseguiam construir com mais facilidade e com processos mais simples. Uma primeira parte desinspirada das águias, que regressaram aos balneários em desvantagem no marcador. Ao intervalo: 0-1.

RESUMO DA 1.ª PARTE

A segunda parte começou com mexidas na formação encarnada. Aos 46' entraram Francisco Saldanha e Kevin Csoboth para os lugares de Bernardo Silva e Edi Semedo.

[GOLO: 1-1] As águias, mais rápidas em campo, chegaram ao golo da igualdade aos 51'. Miguel Nóbrega correspondeu da melhor forma ao canto marcado por Vinícius Ferreira e cabeceou ao segundo poste para o fundo das redes da baliza.

Um jogo completamente distinto daquele a que os adeptos assistiram na primeira parte. Os encarnados apresentavam-se mais dinâmicos e ativos, conseguiam chegar com mais perigo à área adversária e o segundo golo foi uma realidade.

[GOLO: 2-1] E que grande golo do Benfica!!! Na direita, Vinícius Ferreira driblou, temporizou, voltou a driblar, ultrapassou três adversários e assistiu Diogo Pinto, que, com grande qualidade ao primeiro poste, encostou para o tento que colocava as águias na dianteira do marcador (66').

Os minhotos não desarmavam na tentativa de empatar o jogo, mas Carlos Santos estava a fazer uma exibição muito segura entre os postes da baliza encarnada. As águias geriram o resultado conquistado no segundo tempo e, no último minuto do encontro, Anthony Carter dilatou a vantagem.

[GOLO: 3-1] Aos 90'+4', a jogada começou e terminou em Anthony Carter. O jogador das águias recuperou bem a posse de bola e tocou para Diogo Pinto. O camisola 10 do Benfica colocou em Rodrigo Conceição, que fez um chapéu a Rogério. A bola bateu na barra e depois houve mérito de Anthony Carter, que, no sítio certo, só teve de encostar de cabeça.

Logo após o tento encarnado, o árbitro da partida apitou para o fim do jogo. Resultado final: 3-1.

Na próxima quarta-feira (1 de maio) as águias vão disputar o último jogo da 2.ª fase da Liga Revelação frente ao Sporting no Estádio José Alvalade.

Onze inicial do Benfica: Carlos Santos, Tomás Tavares, Miguel Nóbrega, Pedro Ganchas, Ricardo Araújo, Vukotic, Vinícius Ferreira, Bernardo Silva, Luís Lopes, Diogo Pinto e Edi Semedo.

Suplentes: Dylan Silva, Tomás Domingos, Francisco Saldanha, Nuno Cunha, Luís Pinheiro, Kevin Csoboth, Pedro Soares, Anthony Carter e Rodrigo Conceição.

Benfica-Braga

"Temos qualidade e sempre tivemos o apoio do público"

Luís Tralhão (treinador da equipa Sub-23 do Benfica): "Tivemos duas faces completamente diferentes neste jogo. O discurso ao intervalo não foi muito diferente do que tivemos antes do jogo. Chamámos à atenção para o que estávamos a fazer menos bem e para a atitude passiva. A dinâmica estava muito abaixo do que conseguimos fazer. Mas também temos de dar mérito ao adversário, porque o Braga entrou muito bem, bloqueou-nos as saídas, e nós não arranjámos soluções. Na segunda parte demos a volta ao resultado, é um prémio fantástico para este grupo de jovens. Agora é dar sequência. Vencemos os últimos dois jogos, isto dá-nos confiança, mas não nos podemos fiar apenas nisso. Nesta Liga Revelação qualquer equipa pode vencer, já toda a gente entendeu isto. Mostrámos nestes últimos jogos que se estivéssemos a lutar pelos primeiros lugares não seria de estranhar. Houve momentos da época em que não fomos tão eficazes, mas nesta parte final contamos com a nossa resiliência. Temos qualidade e sempre tivemos o apoio do público. Os adeptos não têm entrado no registo do negativismo e do pessimismo, têm-nos apoiado. Isso tem sido muito importante para estes jovens. É uma despedida na Liga Revelação e um até já para a Taça Revelação. Voltamos para a semana e contamos com o apoio dos Benfiquistas."

Rodrigo Conceição (extremo do Benfica): "A equipa mostrou grande atitude depois do golo sofrido na primeira parte, depois de um primeiro tempo menos bem conseguido. É de realçar que tivemos uma segunda parte de grande dedicação e espírito de sacrifício. Os jogadores merecem este resultado por tudo o que têm feito, há que dar os parabéns a esta equipa."

Texto: Diogo Nascimento

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar