14 de maio de 2019, 18h07

"Superfocadas" para uma grande final à Benfica

Futebol feminino

Tayla e Catarina Bajanca projetam o duelo que decide o vencedor da Taça de Portugal de futebol feminino 2018/19 e apelam à presença da Família Benfiquista no Jamor.

Sábado, 18 de maio, será um dia de emoções fortes no seio da Família Benfiquista. Às 15h00, os caminhos vão dar ao Jamor, porque a equipa de futebol feminino, na sua época de estreia, disputa a final da Taça de Portugal. Tayla e Catarina Bajanca estiveram no programa "Em Linha", da BTV, e apelaram à forte presença dos adeptos.

Na contagem decrescente para a final da Taça de Portugal, as jogadoras da equipa feminina do Benfica estão "superfocadas" na conquista deste objetivo.

"Esta semana tem sido muito importante. Temos trabalhado fisicamente, taticamente e estamos superfocadas para este jogo. Esperamos que os adeptos compareçam no Jamor às 15h00. Vamos trabalhar em base nas soluções, queremos fazer a festa e depois se possível festejar também com o futebol masculino", vincou Tayla.

Tayla Santos

"Estamos focadas no objetivo de conquistar a Taça de Portugal, mas isso não impede que a alegria e a boa disposição estejam presentes em todos os momentos. O Benfica investiu muito neste projeto, nós estamos muito agradecidas por isso, já vivemos aqui experiências maravilhosas, temos crescido muito enquanto pessoas e enquanto jogadoras", explanou Catarina Bajanca.

Sobre a oficialização do jogo da equipa principal de futebol para as 18h30 do mesmo dia da final da Taça de Portugal, as jogadoras encarnadas foram perentórias e garantiram que trabalham sempre sobre soluções.

"O Estádio da Luz está esgotado [para o jogo da 34.ª jornada da Liga NOS entre Benfica e Santa Clara], o Jamor, pelo que eu sei, ainda não, e, por isso, havendo seis milhões de benfiquistas, estamos aqui a apelar ao apoio de todos os adeptos para que nos ajudem a encher o Jamor", enfatizou Catarina Bajanca, uma das guarda-redes das águias.

Catarina Bajanca

O Valadares-Gaia é o adversário das encarnadas na final de sábado, adversário esse que já defrontaram na pré-época [vitória por 4-0]. As jogadoras dividiram o favoritismo e explicaram que numa final tudo é possível.

"O Valadares é uma equipa de Primeira Divisão, temos de respeitá-la. É uma final, tudo pode acontecer, nós temos de impor o nosso ritmo, a nossa força e respeitar o adversário acima de tudo", rematou Tayla.

"Nós jogámos com o Valadares na pré-época, mas este vai ser um jogo com um cariz completamente diferente. É a final da Taça de Portugal, tudo é possível, acho que vai ser 50/50. Temos de entrar e mostrar que somos nós que queremos ganhar a Taça, só depende de nós, mas não será tarefa fácil", finalizou Catarina Bajanca.

As entradas são gratuitas e o levantamento dos bilhetes para encher o recinto está disponível.

Texto: Diogo Nascimento

Fotos: Cátia Luís / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar