21 de maio de 2019, 22h30

Pizzi: "Acreditámos e depois soubemos conquistar"

Futebol

Orgulhoso por ganhar o 4.º Campeonato Nacional com a camisola do Benfica, o criador de golos sublinhou o mérito que esteve na base do mais recente sucesso coletivo.

Pizzi, rei das assistências da Liga NOS (19 passes para golo), foi uma das peças-chave na conquista do 37.º título nacional do Benfica. Em entrevista à BTV no media open day, afirmou que a equipa deu uma grande resposta na 2.ª volta do Campeonato e que o título é merecido.

Assistências no ADN

"O nosso objetivo, e principalmente o meu, é sempre no trabalho diário, que é algo que posso controlar no Seixal, e depois em cada jogo dar sempre o meu melhor. Obviamente que as assistências já fazem parte do meu ADN, porque é uma coisa que eu gosto de fazer dentro de campo. Eu costumo dizer que prefiro mais fazer assistências do que golos, porque, como já disse, faz parte de mim, sempre gostei muito de assistir os meus companheiros, e é claro que fico muito feliz pela quantidade de assistências que acabei por realizar, mas também porque essas assistências nos levaram à Reconquista."

Pizzi

O apoio, os elogios e a grande recompensa

"Obviamente que, para mim, é uma alegria enorme, uma pessoa gosta sempre de ouvir elogios e é sempre bom o nosso trabalho ser recompensado e ser valorizado. Claro que me sinto bastante feliz por isso, mas acho que sem o apoio dos meus companheiros de trabalho, o apoio da equipa técnica, da minha família e dos meus amigos, isso não seria possível. Todos juntos têm uma certa percentagem nesta grande época que acabei por fazer, mas também da Reconquista, que acabou por ser um momento muito importante para nós."

Classico

O melhor passe para golo? Foi no clássico...

"O melhor passe para golo foi aquele no Estádio do Dragão, aquele para o Rafa [1-2] porque foi uma assistência bonita, que acabou por nos dar uma vitória importantíssima e foi um momento marcante na nossa época, porque foi naquele momento que passámos para o 1.º lugar, a depender apenas de nós para conquistar o título. Foi uma assistência muito bonita que acabou por nos ajudar a conquistar uma vitória num campo muito difícil e contra um rival direto."

Benfica

A descolagem para a Reconquista

"Sabíamos que, se fôssemos ganhar ao Dragão, acabávamos por depender só de nós até ao final para sermos Campeões Nacionais. Essa vitória acabou por nos dar ainda mais força e fez-nos acreditar que já não íamos parar para conquistarmos este título, e foi o que aconteceu: final a final, jogo a jogo, acabámos por dar sempre uma grande resposta e conquistámos um título que, na minha opinião, foi bastante merecido."

Pizzi

O que o balneário meteu na cabeça após o momento mau

"No futebol há sempre momentos bons, momentos menos bons, e acho que nós durante esta temporada vivemos momentos de todo o tipo. Tivemos um momento mau ou muito mau, que foi quando perdemos em Portimão e isso ditou a mudança de treinador, a saída do míster Rui Vitória e a entrada do míster Bruno Lage. Externamente já ninguém acreditava no título, nós estávamos a sete pontos do nosso rival, que era o FC Porto, que ia no 1.º lugar, mas nós, dentro do balneário, sempre lutámos e metemos dentro da cabeça que, se ganhássemos a maior parte dos jogos até ao final, íamos ser Campeões Nacionais, e foi isso que fizemos. Jogo a jogo, treino a treino, também com a mentalidade que o míster Bruno Lage nos incutiu desde o primeiro momento, fomos acreditando cada vez mais e fizemos uma 2.ª volta inacreditável, onde só empatámos um jogo, e isso guiou-nos para um final de época muito positivo."

Benfica-Santa Clara

O peso da primeira mensagem de Bruno Lage

"Ele disse-nos que, além de ver grandes jogadores, queria ver os homens que estavam dentro daquele balneário, porque ele já sabia que éramos todos grandes jogadores, que tínhamos muita qualidade, mas queria ver o homem que estava dentro de cada um de nós. Pediu para apelarmos ao nosso carácter, ao nosso orgulho, à nossa atitude para conseguirmos dar a volta por cima. Foi essa mensagem que acabou por ter um peso muito importante para nós."

Rio Ave-Benfica

Um título a dividir por muita gente

"A responsabilidade é repartida por várias pessoas, e quando eu digo várias são mesmo muitas, desde as pessoas que nos ajudam com os pequenos-almoços diariamente no Seixal, que tratam da nossa comida, dos almoços, dos jantares, tantas pessoas que nos ajudam no dia a dia e que merecem o nosso respeito, que fizeram tudo para isto acabar desta maneira. Toda a gente tem uma percentagem muito importante na conquista deste título, e depois temos um grande Presidente, que desde o primeiro momento acreditou em nós. Temos um grande treinador, que nos incutiu uma mentalidade muito positiva, e temos grandes homens e grandes jogadores dentro do balneário que fizeram com que isto tudo fosse possível."

Marquês

Surpresa à saída da Luz e extrema alegria no Marquês

"Todas as viagens são especiais. Este é já o meu quarto Campeonato ao serviço do Sport Lisboa e Benfica e todos os anos em que nós fomos para o Marquês foram todos diferentes e todos especiais. A nossa saída aqui do Estádio da Luz para o Marquês, as pessoas que estavam aqui na Rotunda Cosme Damião à nossa espera e o ambiente que se criou... Foi um momento muito especial para todos nós porque não estávamos à espera daquele apoio todo logo ali na rotunda, foi um momento muito feliz, e depois no Marquês é sempre uma alegria para um jogador ver tanta gente a gritar e extremamente feliz pelo nosso trabalho."

Mensagens marcantes

"Nós recebemos tantas mensagens diariamente que eu acho que é difícil escolher uma. Quando as coisas estão mal, as pessoas alteram-se um bocado e criticam precipitadamente, mas acho que agora, como nós ganhámos e acabámos por fazer esta reta final de época, as mensagens são todas positivas. Todas as pessoas que diariamente nos apoiam e estão do nosso lado também têm uma percentagem muito importante na conquista deste título."

Braga-Benfica

Significado do festejo dos golos

"O significado é o meu filho! O meu filho aprendeu a fazer aquele gesto [na foto] e agora quer que eu faça sempre isso quando festejo um golo."

Texto: Diogo Nascimento

Fotos: SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar