31 de maio de 2019, 22h18

Águias imperiais rumo à final!

Basquetebol

Depois de ter vencido os dois primeiros jogos, o Benfica voltou a ganhar o clássico com o FC Porto e qualificou-se para a final do play-off da Liga Portuguesa de Basquetebol.

A equipa do Benfica, comandada por Carlos Lisboa, está na final da Liga Portuguesa de Basquetebol depois de ter vencido novamente a formação do FC Porto, por 68-77, conseguindo um agregado de 3-0 na semifinal. Segue-se a Oliveirense na decisão do play-off!

RESUMO DO JOGO

Início forte das águias no pavilhão adversário. Os comandados de Carlos Lisboa desde o início mostraram que, apesar de estarem em vantagem nesta eliminatória (2-0), queriam alcançar nova vitória.

Os portistas demonstravam maior solidez defensiva e, a faltarem dois minutos para o final do 1.º quarto, venciam por 14-13. Os encarnados não aproveitavam os lançamentos da linha de lance livre e o FC Porto terminou na frente: 17-16.

Tomás Barroso, com um excelente triplo, voltou a colocar as águias em vantagem no marcador: 18-19. O jogo interior dos encarnados não estava a funcionar, sendo o tiro exterior a opção escolhida para tentar desbloquear a partida.

A aposta nos lançamentos triplos surtia efeito e as águias conseguiram uma vantagem de cinco pontos. Fábio Lima colocou o resultado em 25-30 para o Benfica

Nos azuis e brancos, Will Graves e Tinsley eram os jogadores em evidência e a sua qualidade individual ia mantendo o FC Porto dentro da partida. No final do 2.º quarto o resultado espelhava 37-38.

Carlos Lisboa

O início do 3.º quarto revelou-se diferente. Os jogadores do FC Porto entraram melhor e, com dois triplos sem resposta, colocaram-se na dianteira: 43-38. Emoções fortes no jogo 3 da meia-final! O técnico encarnado pediu calma aos seus atletas e as águias voltaram a colocar o seu jogo em quadra.

Através do jogo interior, jogo exterior e lançamentos livres, os encarnados tornaram a chegar à liderança. Um 3.º quarto em que os minutos finais ficaram marcados pela ocorrência de diversos duelos físicos. A buzina fez-se ouvir no Dragão Caixa e o Benfica estava em vantagem: 54-56.

À entrada para o quarto decisivo, a equipa portista correu atrás do prejuízo e tentou a todo o custo anular a vantagem encarnada. O Benfica desperdiçou algumas oportunidades para cavar uma distância mais acentuada, mas os dragões também não estavam a conseguir acertar no cesto (58-62). 

O equilibrio de forças foi uma constante ao longo do encontro, mas o ascendente benfiquista foi o denominador comum deste terceiro jogo. Resultado final: 68-77.

Os pontos dos encarnados foram marcados por Micah Downs (21), Fábio Lima (17), Tomás Barroso (13), Mickell Gladness (11), Arnette Hallman (7), Alejandro Suárez (3), Juan Pablo Cantero (2), Rafael Lisboa (2) e José Silva (1).

Cinco inicial das águias: Juan Cantero, Fábio Lima, Micah Downs, Arnette Hallman e Mickell Gladness.

Depois de afastar a equipa do FC Porto (por 3-0) nas meias-finais, as águias marcam presença na final do play-off, onde irão defrontar a formação da Oliveirense, que ultrapassou a Ovarense (3-0).

Texto: Diogo Nascimento

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar