17 de junho de 2019, 21h32

Eficácia: o detalhe que fez a diferença

Basquetebol

Mais forte nos momentos-chave da partida, a equipa da Oliveirense venceu o Benfica no jogo 4 e revalidou o título de campeã nacional.

Ao Benfica só interessava a vitória, mas a Oliveirense entrou mais forte neste jogo 4 da final e foi superior nos momentos decisivos, no Pavilhão Fidelidade. O desafio terminou com a vitória da equipa de Oliveira de Azeméis (72-97), que assim se sagrou bicampeã nacional da Liga Portuguesa de Basquetebol. 

RESUMO DO JOGO

Apesar de o Benfica ter ganhado a primeira posse de bola no encontro, por intermédio de Mickell Gladness, foi a equipa da Oliveirense a alterar o marcador. José Barbosa foi o autor dos dois pontos iniciais da partida. 

A formação comandada por Norberto Alves aproveitou o começo ineficaz das águias, entrou a todo o gás no jogo 4 e cavou uma distância de nove pontos, quando ainda não se tinham jogado três minutos (0-9). 

Benfica-Oliveirense

Carlos Lisboa quis retificar a estratégia preparada para o quarto jogo da final e pediu um timeout. O tempo de desconto surtiu efeito, os encarnados começaram a encontrar mais espaços, muito devido à entrada de Miguel Cardoso na quadra.

O jogo tornou-se mais rápido, mais direto e Micah Downs e Juan Cantero conseguiram encontrar espaço para fazer o que melhor sabem: lançamentos exteriores (14-23). A boa recuperação dos encarnados estava espelhada no marcador eletrónico do bem-composto Pavilhão Fidelidade. Ao final do 1.º quarto: 23-28.

RESUMO DO 1.º QUARTO

A entrada forte das águias no 2.º quarto fez com que a Oliveirense fosse obrigada a jogar como não está habituada. Os jogadores de Oliveira de Azeméis, devido à pressão encarnada, lançavam de zonas onde a percentagem de eficácia não é tão elevada e quem aproveitava era o Benfica (30-34).

Apesar da boa pressão defensiva, faltava precisão na hora de lançar ao cesto. Os lançamentos exteriores ficavam curtos e o jogo interior não tinha uma ligação completa. Alguns turnovers foram bem aproveitados pelos comandados de Norberto Alves, que voltaram a disparar no resultado (34-46).

Mickell Gladness, um dos mais inconformados do lado das águias neste 2.º quarto, ia conseguindo bons lances individuais, tanto na defesa como no ataque. Apesar dos apontamentos encarnados, Travante Williams ia brilhando no tiro exterior (21 pontos marcados em dois quartos) e a equipa nortenha chegou ao intervalo a vencer por 41-53

RESUMO DO 2.º QUARTO

O intervalo fez muito bem à formação do Benfica, orientada por Carlos Lisboa, que regressou à quadra do Pavilhão Fidelidade em grande nível. Lançamentos eficazes de Miguel Cardoso, Micah Downs e Cláudio Fonseca encurtaram distâncias no marcador (51-53). 

Ambiente fantástico no Pavilhão da Luz! Os adeptos encarnados, incansáveis no apoio, eram o sexto elemento do lado benfiquista.

Neste 3.º quarto as águias marcaram os mesmos pontos do que a Oliveirense (18-18). Os benfiquistas começaram melhor, mas a equipa de Oliveira de Azeméis aproveitava os lances livre e os triplos de Thaey para se manter em vantagem no marcador. No final do 3.º quarto o resultado assinalava 59-71

RESUMO DO 3.º QUARTO

Mais fortes nos momentos-chave da partida, os jogadores da Oliveirense continuavam com a pontaria afinada nos lançamentos exteriores. Os triplos continuavam a sair e o diferencial no resultado avultava-se (68-86). 

As águias tentaram reagir, com mais coração do que com cabeça, mas sem baixar os braços. Os adeptos continuavam do lado encarnado, apoiavam e não deixavam a equipa ir abaixo. Apesar do esforço encarnado, o título não escapou à formação adversária, que se sagrou (bi)campeã nacional. Resultado final: 72-97

RESUMO DO 4.º QUARTO

Cinco inicial do Benfica: Juan Cantero, Fábio Lima, Micah Downs, Arnette Hallman e Mickell Gladness.

Marcadores do SL Benfica: Micah Downs (16), Cláudio Fonseca (13), Miguel Cardoso (10), José Silva (10), Álex Suárez (7), Jacques Conceição (6), Mickell Gladness (6), Juan Cantero (3) e Fábio Lima (1).

Texto: Diogo Nascimento

Fotos: Cátia Luís / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar