12 de setembro de 2018, 16h03

Goleada: o primeiro capítulo de uma história gloriosa

Efeméride

Há 64 anos, Mário Coluna e Costa Pereira faziam o seu primeiro jogo oficial com o Manto Sagrado, frente ao V. Setúbal. Otto Glória também se estreava como treinador do Benfica.

Mário Coluna e Costa Pereira vestiram pela primeira vez a camisola do Benfica há 64 anos, em jogos oficiais. Foi na 1.ª jornada do Campeonato Nacional de 1954/55: alinharam no onze de Otto Glória, que também se estreou.

O dia 12 de setembro de 1954 marcava a estreia de dois nomes que se tornariam eternos na história do Benfica. O guarda-redes Costa Pereira e o médio Mário Coluna iniciaram o seu percurso oficial no Benfica com uma goleada (5-0) frente ao V. Setúbal, no Estádio Nacional (Jamor), a contar para a 1.ª jornada do Campeonato Nacional.

O Benfica não podia começar da melhor maneira a temporada e os dois jogadores também não: Costa Pereira a impedir que os adversários concretizassem na sua baliza e Mário Coluna a fazer os primeiros dois golos de águia ao peito (50’ e 65’). Os restantes foram assinados por Arsénio (5’), Salvador Martins (25’) e José Águas (46’).

Otto Glória

Otto Glória (na foto acima), treinador brasileiro que também se estreou ao serviço das águias no mesmo dia, fez alinhar o seguinte onze: Costa Pereira, Jacinto, Artur Santos, José Naldo, Francisco Calado, Ângelo, Arnénio, Fernando Caiado, Mário Coluna, Salvador Martins e José Águas. Foi a primeira vitória no Campeonato, que terminaria com o Benfica a sagrar-se Campeão Nacional pela 8.ª vez na sua história.

O ano de 1954 viria a ser o começo de uma história feliz no Benfica, tanto para Mário Coluna e Costa Pereira como para o treinador Otto Glória.

Mário Coluna vestiu o Manto Sagrado por 16 temporadas, conquistando duas Taças dos Campeões Europeus (marcou em ambas as finais, frente a Barcelona e Real Madrid), 10 Campeonatos Nacionais e seis Taças de Portugal, para além de inúmeros troféus de prestígio nacional e internacional como o Ramon Carranza (1963). Foi o capitão da Seleção Nacional no Mundial de 66, onde em Inglaterra os Magriços terminaram no 3.º lugar.

Costa Pereira

O guarda-redes Costa Pereira (na foto) somou 13 épocas ao serviço das águias e conquistou duas Taças dos Campeões Europeus, sete Campeonatos Nacionais e cinco Taças de Portugal. Um Bicampeonato, um Tricampeonato e uma dobradinha em 1955. Jogou quatro finais da Taça de Portugal em 1955, 1962, 1964 e 1965 e também quatro finais da Taça dos Clubes Campeões Europeus em 1961, 1962, 1963 e 1965.

O treinador brasileiro Otto Glória serviu o Benfica durante oito temporadas (1954-59 e 1967-70) e teve nove conquistas: quatro Campeonatos Nacionais e cinco Taças de Portugal.

Texto: Márcia Dores

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar