15 de setembro de 2018, 18h46

Benfica segura liderança na Liga Revelação

Futebol

Benfica bateu a Académica por 3-0, no Caixa Futebol Campus.

O Benfica continua líder da Liga Revelação, depois de, este sábado, ter batido, em casa, a Académica por 3-0. Diogo Pinto inaugurou o marcador e, a fechar, duas grandes penalidades a favor dos encarnados decidiram a partida.

No Caixa Futebol Campus, o objetivo da equipa de João Tralhão era claro: vencer, somar os três pontos e, com isso, recuperar a liderança isolada da tabela classificativa, perdida – provisoriamente – esta manhã para o Rio Ave.

A primeira parte foi sem golos, mas com domínio claro das águias. Viu-se um Benfica ofensivo, a procurar descobrir os caminhos da baliza de Neiva. Do outro lado, uma Académica a defender-se como podia, perante um Benfica também muito bem defensivamente.

As oportunidades surgiram – foram, pelo menos, duas perigosas –, mas os golos não. Aos 21’ esteve à vista o primeiro. Gonçalo Rodrigues bateu o canto e Edi Semedo rematou com a bola a passar a rasar a baliza de Neiva. Aos 32’, foi Diogo Pinto a tentar a sorte. Bom cruzamento de Frimpong, com o camisola 10 a rematar para o corte – cirúrgico – do defesa Rui Rua. Ao intervalo, persistia o nulo.

No segundo tempo, o Benfica entrou mais rápido e a despertar para o jogo logo no primeiro minuto. Excelente iniciativa de Rodrigo Conceição na esquerda e Diogo Pinto, à entrada da área, a rematar de primeira para o primeiro golo da tarde (1-0).

Perante uma Académica muito combativa, mas sem capacidade para colocar em causa a superioridade da formação encarnada, era com tranquilidade, qualidade, ponderação, serenidade e muita competência que o Benfica ia encarando a segunda metade do encontro.

Mas, apesar das oportunidades – e houve! – os golos só apareceram já nos instantes finais da partida, com o conjunto orientado por João Tralhão a beneficiar de duas grandes penalidades.

Aos 89’, penálti a favor do Benfica. Tiago Gouveia tirou o adversário da frente, foi rasteirado e César Leitão não teve dúvidas. Guga foi chamado a converter e não desperdiçou. Estava feito o 2-0.

Poucos minutos depois, uma imprudência de Neiva – a cometer falta dentro da área sobre Tiago Gouveia – e o árbitro a assinalar, novamente, grande penalidade. Mesaque Dju bateu e assinou o 3-0 final, que permite às águias manterem a liderança da prova, com mais um ponto (13) do que o Rio Ave. 

Benfica-Feirense

João Tralhão: “Os jogadores foram fantásticos”

“Congratular-me pela forte agressividade que o jogo teve, isso ajuda-nos. Nem o resultado, nem a classificação espelham a qualidade da Académica, que veio com um jogo muito positivo.”

“Na segunda parte entrámos bem, controlámos o jogo de outra forma, a equipa saiu com mais qualidade e, logo no primeiro lance, fomos premiados com um golo, um excelente golo. Deixar ainda uma palavra aos jogadores, foram fantásticos.

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar