19 de outubro de 2018, 00h00

Meia dúzia da formação no onze

Futebol

O Benfica venceu o Sertanense na 3.ª eliminatória da Taça de Portugal (0-3). As águias terminaram a partida com seis jogadores made in Caixa Futebol Campus em campo…

O SL Benfica viajou na noite de quinta-feira até Coimbra onde, perante o Sertanense, carimbou presença na eliminatória seguinte da Taça de Portugal, após triunfo por 0-3. Ao apito para o final eram seis os jogadores das águias made in Seixal em campo: Alfa Semedo, Yuri Ribeiro, Rúben Dias, Gedson, João Félix e Jota! Talento à solta… a dar provas!

Rui Vitória fez várias alterações no onze inicial para este desafio, mas a qualidade manteve-se. Não importa a idade, nacionalidade… importa o valor do jogador, como tantas vezes tem referido o treinador, e esta noite provou-o mais uma vez! “A qualidade é o primeiro requisito”, disse aos jornalistas, na conferência de Imprensa no final do encontro.

No onze inicial da 3.ª eliminatória da prova-rainha foram a jogo quatro jogadores com chancela Seixal. O polivalente Alfa Semedo e o rochedo Rúben Dias (esteve perto de marcar aos 41’) tomaram conta da zona central da defensiva, enquanto Yuri Ribeiro (seguro e atrevido) na ala e Gedson (portentoso) no meio do terreno mostravam de que são feitos os jovens da Formação do Clube.

Rafa (35’) abriu o marcador e Gedson, aos 53 minutos, com um remate poderoso de meia distância, dilatou para 0-2. Um golaço!

Aos 67 minutos, Rui Vitória mexeu no xadrez, tirou o marcador do primeiro golo das águias e fez entrar o talentoso João Félix.

O terceiro golo marca o regresso de Jonas aos tentos, com Yuri Ribeiro na assistência. O Benfica vencia por 0-3 e, aos 77 minutos, um momento para recordar!

Jota – que jogou em todos os escalões da formação das águias –, no dia em que fez precisamente 12 anos que realizou o seu primeiro treino no Benfica, entrou em campo para o lugar do brasileiro Jonas. Inesquecível… Foi a estreia do jovem na equipa principal do Sport Lisboa e Benfica, num dia em que foi também eleito o Melhor Jovem Jogador da II Liga do mês de setembro.

A partir daqui até ao final do encontro (13 minutos), o Benfica alinhou com seis jogadores da sua formação em campo, tendo assim terminado o desafio. Os defesas Pedro Amaral e Ferro também foram convocados, contudo, não foram opção.

“Terminámos o jogo com seis jogadores da formação e todos eles querem mostrar serviço. Foi um teste positivo. Sinal importante, este é o futuro. Há aqui matéria-prima. A qualidade é o primeiro requisito!”, analisou e enalteceu Rui Vitória, dias depois de o presidente Luís Filipe Vieira ter marcado presença no arranque de temporada do Futebol Formação e ter precisamente falado do sonho destes jovens...

Texto: Sónia Antunes

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar