23 de novembro de 2018, 18h46

Carlos Resende: “Temos capacidade para dar a volta à eliminatória”

Andebol

Benfica recebe a formação do Hannover na 2.ª mão da 3.ª Ronda da Taça EHF. Para seguir em frente é preciso anular uma desvantagem de 5 golos e a equipa está confiante. Apoio dos adeptos será determinante!

Depois da deslocação até ao Swiss Life Hall Hannover, onde o SL Benfica foi derrotado por 41-36, na 1.ª mão da 3.ª Ronda da Taça EHF, a 2.ª mão da eliminatória viaja este sábado, às 17h00, para o Pavilhão n.º 2 da Luz. Carlos Resende e Paulo Moreno estão confiantes na reviravolta, recordam a eliminatória de 2016 perante o Azoty e acreditam que um Pavilhão lotado será fulcral.

Carlos Resende e Paulo Moreno

“A história tem sempre um determinado peso e nós gostamos de nos socorrer dela, principalmente quando nos serve para apontar um caminho. Mas mais do que essa história, recente, um passado bonito, nós temos aquilo que fizemos. Não entrámos bem, e num sector que está identificado – a defesa –, sector esse que retificámos na segunda parte e aí já demos um ar daquilo que pode acontecer aqui. Ganhámos por três… Aqui, precisamos de ganhar por três na primeira parte e por mais três na segunda. Para além disso, a forma como o andebol é jogado permite perfeitamente que estes resultados possam acontecer e, aqui, acresce o apoio do nosso público. Mas sabemos que não podemos jogar para o resultado mínimo, mas para um que seja mais confortável”, começou por dizer Carlos Resende, na conferência de Imprensa de antevisão à partida.

Recorde-se que em 2016, o Benfica esteve numa situação idêntica e conseguiu o apuramento! Depois da derrota por 34-29 na Polónia, as águias deram a volta à eliminatória ao vencer em casa o KS Azoty-Pulawy, por 24-18, recuperando precisamente de uma desvantagem de cinco golos.

“A história é muito boa, bonita, mas isso são águas passadas e nós temos de nos focar no agora, na nossa tarefa, que é defender muito bem e continuar com o excelente nível no ataque, para podermos vencer o Hannover”, explicou Paulo Moreno.

Carlos Resende e Paulo Moreno

Olhando para as duas equipas, perspetiva-se uma grande partida de andebol e os pontos fortes e fracos estão identificados de parte a parte.

“O nosso ponto forte é o ataque, marcámos 36 golos fora… e temos de conseguir anular o ataque deles também. O Hannover tem três atletas que rematam muito bem à baliza e é a esses que vamos tentar colocar mais dificuldades. Na 1.ª mão preocupámo-nos em demasia com o pivô e com os jogadores dos seis metros”, explicou o técnico.

“O Hannover tem uma boa equipa, é uma formação de meio da tabela do campeonato alemão, e nós temos capacidade para a vencer e dar a volta à eliminatória, fazendo-o sem ter de pedir o impossível aos jogadores, mas sim que sejam competentes”, acrescentou Carlos Resende.

Paulo Moreno reiterou as ideias do treinador e foi a voz da ambição do plantel.

“Vamos defrontar uma equipa alemã, com excelentes argumentos e excelentes jogadores. Mas nós temos mais do que argumentos para vencer. Trabalhámos muito bem durante a semana e é nisso que estamos focados”, disse o pivô, deixando o repto…

O nosso Clube tem adeptos muito apaixonados e fazem grandes ambientes, é com isso que nós contamos. Precisamos muito do apoio deles, e friso aqui mais uma vez, para que compareçam em massa e nos empurrem para a vitória e para a reviravolta na eliminatória”, concluiu o camisola 13 das águias.

Carlos Resende e Paulo Moreno

A fechar, foi a vez de Carlos Resende lançar o desafio à Família Benfiquista…

Temos aqui a oportunidade de mostrar que Portugal também tem cultura desportiva. Jogámos contra um adversário que tem dois pavilhões, um com 4 mil lugares, para as competições europeias, onde jogou contra nós e encheu; outro com capacidade para 10 mil e que enche nas competições internas. Hannover é uma cidade com cerca de 1 milhão de habitantes… o que nós desejamos é que no sábado, às 17h00, venham colaborar connosco para vencermos, com o pavilhão cheio. Contamos com o vosso apoio! Vocês serão, com certeza, um dos nossos jogadores mais importantes”, concluiu.

No sábado, dia 24 de novembro, SL Benfica e TSV Hannover-Burgdorf medem forças às 17h00, no Pavilhão n.º 2, na partida que decide qual das duas formações vai marcar presença na fase de grupos da competição.

Texto: Sónia Antunes

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar