1 de dezembro de 2018, 20h08

Hóquei vence na Catalunha e segue líder

Hóquei em Patins

O Benfica foi ao pavilhão do Noia vencer por 1-2, em jogo referente à 3.ª jornada do Grupo D da Liga Europeia.

A equipa de hóquei em patins do Benfica deslocou-se, este sábado, à Catalunha para defrontar o Noia, em jogo da 3.ª jornada da fase de grupos da Liga Europeia. O bis de Adroher permitiu o triunfo por 1-2 e deixa as águias na liderança, com sete pontos.

RESUMO DO JOGO

Na pista, o jogo começou a bom ritmo entre o 1.º e 3.º classificados do Grupo D da prova europeia, com os hoquistas a disputarem cada lance como se fosse o último. Ainda assim, poucas oportunidades de parte a parte. Com o passar dos minutos, e por jogar perante o seu público, o Noia começou a crescer na partida e levar maior perigo à baliza defendida pelo guarda-redes Pedro Henriques.

[GOLO: 1-0] O primeiro golo surgiu mesmo para os catalães por intermédio de Marc Grau, após ataque rápido.

[GOLO: 1-1] Em resposta, segundos depois, o Benfica empatou por Adroher, que concluiu um contra-ataque iniciado por Nicolía.

Após os dois golos em pouco espaço de tempo, as equipas regressaram ao que haviam mostrado antes: Benfica com ataques mais prolongados e trabalhados; Noia em transições rápidas.

Ainda assim, foi o Noia a voltar a criar perigo por Sergi Llorca. O espanhol viu o seu remate bater com um estrondo na baliza de Pedro Henriques.

Noia-Benfica

Na segunda parte, Nicolía entrou na área do Noia e caiu. Em primeira instância, a equipa de arbitragem assinalou grande penalidade, mas depois recuou na decisão.

Os segundos 25 minutos não apresentavam grandes oportunidades até que Marc Grau quase bisou e colocou o Noia a vencer.

[GOLO: 1-2] Na resposta a esse lance, o Benfica chegou ao golo através de Adroher. O espanhol bisava na partida e colocava as águias na frente do marcador.

A perder, o Noia tentou chegar ao empate e esteve perto por intermédio de Sergi Llorca e de Xavi Costa, mas Pedro Henriques esteve gigante na baliza. Do outro lado, Marc Grau fez falta sobre Casanovas, mas, no livre direto, Ordoñez não conseguiu fazer o 1-3.

Segundos depois, nova falta dos espanhóis deu a possibilidade a Adroher de beneficiar de um livro direto, mas, tal como Ordoñez, não conseguiu desfeitear o guarda-redes do Noia. Nos últimos segundos, a dupla de árbitros italiana marcou grande penalidade para o Noia, mas Xavi Costa permitiu a defesa de Pedro Henriques. O guarda-redes do Benfica assegurou, assim, os três pontos na 3.ª jornada do Grupo D da Liga Europeia.

Cinco inicial do Benfica: Pedro Henriques, Casanovas, Diogo Rafael, Carlos Nicolia, Jordi Adroher.

O hóquei em patins dos encarnados volta ao rinque na terça-feira, dia 4 de dezembro. No Pavilhão Fidelidade há jogo com o Riba d’Ave.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar