8 de dezembro de 2018, 23h40

Rui Vitória: “Importa é a coesão que temos demonstrado”

Futebol

Só um Benfica com inteligência emocional, unido e determinado conseguiria alcançar os três pontos no Estádio do Bonfim. Assim foi durante os 90’, e o técnico benfiquista considerou que a equipa que lidera foi mais forte em todos os momentos.

O treinador do Benfica, Rui Vitória, analisou o jogo com o V. Setúbal, que redundou no triunfo encarnado, por 0-1. Elogiou a abnegação e o controlo emocional que as águias tiveram de ter perante um opositor que usou de excessiva dureza.

Abnegação e união em triunfo justo

“Foi uma vitória justa num jogo tremendamente difícil, com muita dureza. O adversário bate-se bem, está a fazer um belíssimo campeonato e se continuar com esta postura vai roubar pontos a outras equipas. Fomos uns justos vencedores, entrámos à procura do golo, sabíamos como entrar na defesa contrária e continuámos na segunda parte. Tivemos ocasiões para fazer o 0-2 e o 0-3, não foi conseguido, mas não mancha a nossa abnegação e união. Se não fosse essa determinação, seria mais difícil levar daqui pontos.”

V. Setúbal-Benfica

V. Setúbal muito duro de superar

“Esta é uma das equipas mais duras do campeonato porque joga muito nos duelos. Pára muito o jogo com faltas, e tínhamos de ser incisivos e ir à procura do golo. Fizemo-lo relativamente cedo e fomos muito fortes do ponto de vista mental para superar a dureza deste jogo.”

V. Setúbal-Benfica

Força emocional para ultrapassar contexto difícil

“Os jogos são todos importantes porque nunca sabemos qual será o decisivo. O V. Setúbal tem uma equipa composta de jogadores de valor e tínhamos de ser fortes para vencer. Fomo-lo em todos os momentos, fundamentalmente no controlo emocional, porque não é fácil jogar neste contexto competitivo.”

V. Setúbal-Benfica

Segue-se o AEK

“Este é mais um jogo que tínhamos de fazer e de ganhar. Agora vamos preparar o jogo de quarta-feira. Isto é jogo a jogo. As consequências disto serão o fruto do nosso trabalho.”

“Não há jogos que não sejam importantes neste Clube. Temos de gerir, ver o melhor para cada contexto e jogador. Vamos descansar e depois preparar da melhor maneira possível o jogo com o AEK, sabendo que queremos ganhar.”

V. Setúbal-Benfica

Satisfeito com o resultado e exibição

“Saio satisfeito pelo resultado porque queríamos ganhar e pela forma como ganhámos o jogo. Foi duro, agressivo e o árbitro foi complacente com o que se estava a passar no campo. Tivemos de ser atletas e saber o que fazer com bola, mas também saber gerir os momentos do jogo. Ganhámos e saio satisfeito com a exibição dos jogadores.”

Adeptos

Adeptos ligados à equipa

“Essa tem sido a harmonia que temos tido. Temos de trabalhar, enfrentar os adversários desta forma. Contámos com o apoio dos nossos adeptos, que estiveram todo o jogo a apoiar-nos. Assim estaremos mais perto de vencer.”

Pizzi e Rui Vitoria

Relação clara com jogadores e uma equipa coesa

“Tenho uma relação clara com os jogadores que oriento. Sou o primeiro a dizer que a comemoração é deles e com o público quando assim acontecer. O que importa é a coesão que a equipa tem demonstrado. Sabemos ser rigorosos, determinados, fortes a defender porque assim estamos mais perto de chegar ao triunfo. Festejos? Festejamos no balneário.”

Jonas

Arbitragem complacente com dureza da partida

“O jogo tem de ser gerido conforme vai sendo pedido. Fizemos uma primeira parte muito boa, em que o adversário não tem uma bola para ir à nossa baliza. Temos um golo anulado e que foi mal anulado porque é válido. O Zivkovic sai antes do meio-campo e não sei como é que estas coisas acontecem. O adversário acabou por acreditar. Queríamos ganhar e ganhámos. Não estamos aqui para embelezar. Houve situações no jogo difíceis de entender. Foi muito especial expulsar três jogadores do Benfica. Gostaria de saber que análise é feita à dureza que se verificou hoje. Um jogador do V. Setúbal deveria ter sido expulso.”

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar