15 de dezembro de 2018, 18h49

Benfica B firme no pódio da II Liga

Futebol

Jovens águias venceram a UD Oliveirense na 12.ª jornada, no Caixa Futebol Campus.

Último jogo do Benfica B no Caixa Futebol Campus em 2018, com a equipa comandada por Bruno Lage a receber a UD Oliveirense, na 12.ª jornada da II Liga (Ledman LigaPro), e a dar a volta ao adversário com uma exibição categórica, espelhada no 3-0 final.

RESUMO DO JOGO

Desafio bem disputado no quarto de hora inicial, com as equipas a vincarem no relvado as suas capacidades táticas e também técnicas. Mais ofensivo, forçando lances pelos três corredores, o Benfica B apontou a mira à baliza guardada por Coelho.

Num lance de bola parada (canto à direita), Zé Gomes cabeceou por cima da barra aos 27'.

[GOLO: 1-0] O Benfica variava as ofensivas e, com velocidade na circulação, rompeu na direita pelos pés de Jota, que cruzou a preceito para a finalização de Willock no meio da área. O internacional Sub-20 inglês fechou a jogada com um remate de pé direito, indefensável (27').

No comando do jogo e do marcador, o Benfica B continuou a produzir um futebol envolvente, acercando-se com frequência da baliza da UD Oliveirense. Aos 35', Benny, num tiro de fora da área, causou problemas ao guarda-redes Coelho.

Pedro Amaral também se mostrou no apoio ao ataque aos 39', executando um cruzamento venenoso, que acabou num pontapé de canto à direita. De bola parada, num livre cobrado por Jota, a equipa B voltou a criar sensação de golo (41'), mas na circunstância o esférico sobrevoou a trave. Ao intervalo: 1-0.

RESUMO DA 1.ª PARTE

A Oliveirense quis reagir, dar troco ao Benfica B, mas este, bem organizado e trabalhador, raramente autorizou espaços.

Aos 57', depois de um corte espetacular de Ferro a travar a investida do camisola 9 da equipa visitante, as jovens águias tentaram o 2-0 num remate de Willock, descaído para a esquerda. Coelho voou e sacudiu a bola pela linha final.

Benny foi o primeiro a sair na equipa B, sendo rendido por Tiago Dantas aos 62'.

[GOLO: 2-0] Aos 69', Willock assumiu o papel de assistente e centrou a partir do flanco direito para a entrada fulminante de Jota ao segundo poste!

À entrada do último quarto de hora, Bruno Lage fez a segunda alteração no Benfica B: tirou Zé Gomes e lançou Daniel dos Anjos no ataque (75').

[GOLO: 3-0] Florentino Luís, aos 81', conduziu o ataque pela direita e, com um passe curto, serviu Willock para um cruzamento a convidar a finalização de Daniel dos Anjos, que, ao segundo poste, não perdoou.

No lance do terceiro golo das águias, Daniel dos Anjos magoou-se e teve de ser substituído (Guga entrou aos 85').

O resultado já não sofreria alteração: 3-0, vitória do Benfica B, que, agora com 26 pontos, divide o segundo posto na II Liga com o Famalicão (que visita na próxima jornada, domingo, dia 22 de dezembro) e tem apenas menos um ponto do que o comandante Paços de Ferreira.

Onze do Benfica B: Zlobin; Alex Pinto, Kalaica, Ferro e Pedro Amaral; Florentino Luís, Keaton Parks e Benny; Willock, Jota e Zé Gomes.

Suplentes: Fábio Duarte, Pedro Álvaro, Nuno Tavares, Guga, Nuno Santos, Tiago Danta e Daniel dos Anjos.

Boletim clínico: David Tavares (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho esquerdo); Ricardo Araújo "Jorginho" (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho esquerdo); Anthony Carter (status pós-cirúrgico meniscetomia ao joelho esquerdo); Vitalii Lystcov (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho esquerdo); Diogo Mendes (lesão muscular na face anterior da coxa esquerda).

Bruno Lage

Bruno Lage: "Consistentes, demos sequência ao que vimos fazendo"

Bruno Lage (treinador do Benfica B): "Foi uma exibição à altura do resultado, perante uma boa equipa, que joga muito bem por trás, das poucas que vieram aqui ao Seixal a sair do seu guarda-redes e a tentar ligar o jogo pelos centrais. Tínhamos de fazer o que fizemos na primeira parte e o resultado disso foi o primeiro golo, que nos deu algum conforto para gerir, e bem, esse período da partida. A entrada na segunda parte foi equilibrada e concordo que o 2-0 e o 3-0 viraram o jogo um pouco para o nosso lado. Mais importante é que demos sequência ao que temos vindo a fazer, com consistência, marcando golos e não sofrendo."

Jota (atacante do Benfica B): "Sabíamos que ia ser um jogo bastante difícil. Conseguimos anular as mais-valias da Oliveirense, controlámos maioritariamente. No segundo tempo o adversário teve um pouco mais de posse de bola, mas fomos mais eficazes. Temos de dar continuidade ao nosso trabalho. No fecho de 2018 no Caixa Futebol Campus, queríamos proporcionar um excelente jogo aos nossos adeptos, que saíram daqui felizes como nós."

Texto: João Sanches

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar