15 de dezembro de 2018, 20h46

Exibição sólida resolvida na segunda parte

Hóquei em Patins

O hóquei em patins enfrentou o Turquel na 10.ª jornada do Campeonato Nacional.

A equipa de hóquei em patins do Benfica recebeu e venceu, este sábado, no Pavilhão Fidelidade, o Turquel por 5-1, em jogo da 10.ª ronda do Campeonato Nacional. As águias fecham com chave de ouro as partidas realizadas em casa em 2018.

RESUMO DO JOGO

Os minutos iniciais mostraram duas equipas a estudarem-se mutuamente, com poucas oportunidades de parte a parte. O Benfica tomava conta das rédeas do encontro, com o Turquel bem organizado em termos defensivos e a tentar levar perigo à baliza de Pedro Henriques em ataques rápidos.

O treinador, Pedro Nunes, perante tal dificuldade sentida pelo Benfica, pediu um desconto de tempo e este surtiu efeito, com o primeiro golo da partida, festejado nas bancadas do Pavilhão Fidelidade.

[GOLO: 1-0] Aos 13’, Adroher bateu Diogo Almeida ao finalizar mais uma boa jogada coletiva das águias. Esta apareceu segundos depois de uma dupla oportunidade que Ordoñez e o próprio Adroher haviam tido.

Após o primeiro tento na partida, Sérgio Silva esteve perto do empate para o Turquel. Ao susto, respondeu o Benfica com um disparo ao poste da baliza do guarda-redes Diogo Almeida. Após primeiros minutos de estudo mútuo, o ritmo em pista aumentava.

Até ao intervalo, os encarnados continuaram a visar a baliza defendida por Diogo Almeida, mas o resultado de 1-0 não se alterou.

RESUMO DA 1.ª PARTE

Curiosamente, apesar das alterações no cinco que iniciou a etapa complementar, o Benfica manteve-se mais ofensivo, com o Turquel a responder com um setor defensivo sólido e saídas rápidas e perigosas para o contra-ataque.

Aos 31’, um erro defensivo do Turquel isolou Vieirinha que desperdiçou uma clamorosa oportunidade para colocar o resultado em 2-0 para as águias.  No mesmo minuto, Luís Silva carregou Vieirinha em falta, a equipa de arbitragem mostrou-lhe o cartão azul e livre direto para o Benfica. Ordañez colocou toda a sua técnica na pista, mas não conseguiu enganar Diogo Almeida.

[GOLO: 2-0] No seguimento do lance do livre direto, o Benfica recuperou a bola por Diogo Rafael, o português passou a Ordoñez, que inventou um golo cheio de técnica e classe.

[GOLO: 3-0] Sem tempo para respirar, o Benfica aumentou a contenda. Desta feita Ordoñez assistiu Adroher e o espanhol encostou para mais no Pavilhão Fidelidade aos 32’.

O jogo parecia resolvido, mas o Turquel mostrou que estava longe de atirar a toalha ao chão...

[GOLO: 3-1] À passagem dos 34’, o capitão Daniel Matias, com uma stickada já dentro da área, reduziu o marcador na Luz.

 [GOLO: 4-1] Segundos depois, Diogo Rafael respondeu com um remate de raiva. Descaído para esquerda, o camisola 4 rematou cruzado sem hipóteses para Diogo Almeida.

O 4-1 espelhado no placard não fez o baixar o ritmo em pista. Bola cá, bola lá, as duas equipas tentavam marcar mais golos e colorir ainda mais o marcador.

[GOLO: 5-1] Aos 46’, Diogo Rafael concluiu com mestria uma jogada coletiva de envolvimento, com várias trocas de bola e em que o esférico circulou entre todos os jogadores.

Formação inicial do Benfica: Pedro Henriques, Casanovas, Diogo Rafael, Adroher e Lucas Ordoñez.

O Benfica soma 23 pontos na classificação e fecha o ano de 2018 com a deslocação à casa da AD Oeiras, em jogo antecipado da 11.ª jornada. A partida tem lugar na quinta-feira, dia 20 de dezembro, às 19h30.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar