27 de julho de 2019, 12h19

Um duelo de sempre, agora na América

Futebol

O Benfica termina a participação na International Champions Cup 2019 diante do velho conhecido italiano AC Milan.

As equipas do Benfica e do AC Milan vão reeditar na ICC 2019 um duelo de sempre no Velho Continente, nomeadamente na Taça dos Clubes Campeões Europeus/Liga dos Campeões. É às 15h00 locais de domingo (20h00 em Portugal Continental), no Gillette Stadium, na América.

Os dois emblemas não medem forças há 10 anos – a última vez foi na Eusébio Cup, em 2009 –, mas nos anos 1980 e 1990 encontraram-se várias vezes nas andanças das competições europeias. Apesar de muito diferentes, Benfica e AC Milan têm vários aspetos que os aproximam.

Ambos são candidatos ao título no país onde jogam; são vencedores de competições europeias; são clubes centenários e históricos; ambos têm um grande rival na cidade onde estão sediados. Porém, há um aspeto que os afasta… Enquanto o Benfica tem dominado o futebol português, os rossoneri não vencem a liga italiana desde 2010/11, e o último troféu data de 2016 (Supertaça).

José Águas e Béla Guttmann

Glorioso dentro e fora de portas

Com 115 anos de história, o Benfica é um emblema incontornável do futebol mundial. Dentro ou fora de portas, as águias sempre deram cartas. No total contabilizam 80 títulos, três deles internacionais (2 Taças dos Clubes Campeões Europeus e 1 Taça Latina). Com a hegemonia atual no futebol luso, o Benfica conta com cinco Campeonatos Nacionais nas últimas seis temporadas. Se abrirmos o espectro a todas as competições, no mesmo hiato o número sobe para 13 conquistas, sendo que esteve presente em duas finais da Liga Europa (2012/13 e 2013/14). Aliás, no total, o Benfica participou em 11 finais de provas europeias.

A história dos dois clubes é feita de nomes incontornáveis do futebol mundial, cuja qualidade é amplamente considerada como superlativa. Desde Paolo Maldini, Baresi ou Costacurta, jogadores com mais partidas realizadas pelo Milan, passando por Eusébio, Germano, José Augusto, Simões, José Águas, entre outros, que ajudaram o Benfica a tornar-se, nos anos 1960, o Glorioso que é até aos dias de hoje.

Benfica-Milan

Um colosso que se quer reerguer

Apesar de os tempos atuais não serem os mesmos que nos habituámos a ver no AC Milan, nomeadamente na década de 1980 e de 1990, o clube milanês continua a sustentar um registo impressionante no palmarés. Em 51 títulos, 19 são internacionais. O adversário do Benfica na ICC já conquistou 7 TCCE/Liga dos Campeões, 5 Supertaças Europeias, 3 Taças Intercontinentais, 2 Taças das Taças, 1 Taça Mitropa e 1 Campeonato Mundial de Clubes.

Para 2019/20, o Milan esolheu Marco Giampaolo, treinador que havia estado na Sampdória nas últimas três temporadas, e contratou Theo Hernández ao Real Madrid e Rade Krunic ao Empoli. A estes juntam-se nomes como Donnarumma, Romagnoli, Lucas Paquetá, Çalhanoglu, Suso e Piatek, entre outros.

Curioso, neste particular, a ligação de Trapattoni e de Rui Costa a ambos os emblemas. O italiano jogou nos rossoneri e foi Campeão Nacional pelo Benfica como treinador; o português nasceu nos encarnados para o futebol e foi campeão europeu pelo Milan.

Calendário SLB e seus adversários na ICC 2019

DATA JOGO HORA ESTÁDIO
17/07 Fiorentina-Chivas (2-1) 2h00  SeatGeek Stadium 
20/07 BENFICA-Chivas (3-0) 21h00 Levi's Stadium
20/07 Arsenal-Fiorentina (3-0) 23h00 Bank of America Stadium
24/07 Bayern-AC Milan (1-0) 2h00 Children's Mercy Park
24/07 Chivas-At. Madrid (0-0; 4-5 gp) 2h00 Globe Life Park
25/07 Fiorentina-BENFICA (1-2) 1h00 Red Bull Arena
28/07 AC Milan-BENFICA 20h00 Gillette Stadium
03/08 Man. United-AC Milan 17h30 Principality Stadium

Texto: Marco Rebelo

Fotos: SL Benfica e AC Milan

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar