20 de setembro de 2019, 12h34

🎥 Banho de benfiquismo na Casa da Covilhã

Clube

A abertura de portas (com nova imagem) contou a presença de Luisão e dos vice-presidentes Domingos Almeida Lima e Alcino António.

REPORTAGEM

A Casa do Benfica na Covilhã tem uma nova imagem. A reabertura de portas, que aconteceu na quinta-feira (19 de setembro), contou com a presença do antigo capitão Luisão e dos vice-presidentes do Benfica Domingos Almeida Lima e Alcino António.

Desativada desde maio, a Casa da Covilhã abriu novamente as portas aos Benfiquistas da cidade. Para assinalar o momento, Luisão deu uma palestra na Universidade da Beira Interior intitulada “Mais do que vencer”. Nesse evento presentes cerca de 300 estudantes que ouviram atentamente as palavras do ex-jogador.

“Confesso que estou mais nervoso neste papel. Quando estava perante 60 mil pessoas era o meu habitat, onde me sentia bem. Tenho-me desafiado para sair dessa zona de conforto e tentar levar um pouco daquilo que, ainda de uma forma resumida, foi a minha história e as minhas dificuldades. Se as pessoas me ouvirem e levarem algum exemplo, fico muito feliz”, confessou Luisão no fim da palestra, em declarações à BTV.

Casa do Benfica Covilhã

Luisão referiu ainda que acredita sempre no Benfica e desejou boa sorte para o próximo jogo da equipa principal, em Moreira de Cónegos (6.ª jornada da Liga NOS).

Quem joga no Benfica tem de fazer de tudo para que o resultado seja positivo. Se não acontecer, ficamos com um sabor amargo, mas no dia a seguir já se pensa nos novos desafios. Na minha área atual não me tenho envolvido muito no dia a dia do processo do plantel principal, mas sou Benfica sempre e acredito sempre nos jogadores que temos, nos treinadores e no processo. Sinto o Clube como adepto e espero que tudo corra bem. Desejo força para o próximo jogo”, vincou.

Casa do Benfica Covilhã

O vice-presidente Domingos Almeida Lima salientou a importância do ex-capitão dos encarnados neste tipo de eventos: “O Luisão foi um capitão que esteve nos campeonatos ganhos desde 2004/05, tem um grande reconhecimento por parte da massa associativa do Benfica e estamos certos de que ele também, com a sua imagem, simpatia e comunicação, irá ajudar de uma maneira determinante nesta caminhada que não é só da equipa, é de todos os Benfiquistas.”

Também o vice-presidente Alcino António esteve presente no evento e elogiou o benfiquismo sentido na Beira Interior.

“É fundamental para o nosso desenvolvimento estarmos nesta Casa do Benfica, mas o que eu acho mais significante é a grandiosidade destas pessoas que vivem o benfiquismo puro. Esperemos que esta casa do Benfica seja um exemplo de desenvolvimento nas Beiras”, referiu.

Casa do Benfica Covilhã

Carlos Serra, presidente da Casa da Covilhã, confessou que foi um dia inesquecível e muito importante para a cidade.

“Foi o culminar de três meses de bastante trabalho e ansiedade no sentido de ver chegar o dia de hoje. Foi ótimo ver tantos Benfiquistas e estudantes nesta nova casa. Não é todos os dias que temos a oportunidade de estar com figuras como o Luisão, ter a ajuda de dois vice-presidentes do Benfica que têm sido incansáveis. Será sempre um dia para recordar”, garantiu.

Casa do Benfica Covilhã

Já inserida no conceito de Casa do Benfica 2.0, a Casa do Benfica da Covilhã será a primeira a ter uma parceria com a "100 Montaditos" na operação de restauração. Numa segunda fase, será também aberto o Benficativo num edifício contíguo e será colocado o Campo de Modalidades na praça central.

Com todo o Projeto Casa Benfica 2.0 instalado, terá mais de 25 postos de trabalho e um conjunto de atividades académicas, desportivas e sociais que ultrapassará as três dezenas.

Texto: Márcia Dores

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar