Futebol

24 setembro 2019, 18h11

Renato Paiva

O Hertha BSC é o primeiro adversário do Benfica B no Grupo C da Premier League International Cup (PLIC). Um adversário que vai colocar aos encarnados “exigências diferentes”, numa competição “importante” que pretende a “promoção e o desenvolvimento dos jogadores”.

“É uma competição importante, um estímulo diferente daquele que vamos tendo na II Liga. É um contexto internacional, uma prova que mostra a preocupação que a Premier League tem em desenvolver os jovens jogadores das suas segundas equipas – se podemos chamar assim –, chamando equipas de toda a Europa. É uma iniciativa bastante interessante daquilo que é a promoção e o desenvolvimento dos jogadores. Nós, Benfica, estamos claramente muito interessados em participar neste tipo de encontros. Vamos encontrar outro tipo de oposições, outras escolas de futebol, e isso faz-nos crescer”, analisou o treinador da equipa B do Benfica, Renato Paiva, em declarações à BTV.

É um adversário da escola alemã e isso define praticamente tudo. Tem jogadores que integraram as seleções jovens da Alemanha, uns três/quatro de referência, e alguns jogadores que fazem parte do plantel da primeira equipa do Hertha. Uma equipa difícil, física, que quer jogar, que não deixa jogar e que nos vai colocar problemas. Não vai haver, em termos táticos, um bloco baixo por parte do adversário, vai haver uma pressão muito forte e uma vontade de não nos deixar jogar. Já nos estudaram com certeza e perceberam que se nos deixarem jogar podemos ser muito perigosos. É um adversário que nos vai pôr exigências diferentes”, advertiu o técnico.

Na prestigiada competição de futebol dirigida ao escalão Sub-23, os encarnados estão inseridos no Grupo C, onde figuram ainda os ingleses do Blackburn Rovers e do Newcastle United.

“Quando o Clube pensa neste tipo de competições, o primeiro pensamento que está inerente é aproximar os jogadores de contextos o mais semelhante possível àqueles que a equipa A encontra. A equipa principal joga Champions, Campeonato, Taça da Liga, Taça de Portugal… e praticamente vai jogando assim, de três em três ou de quatro em quatro dias”, lembrou Renato Paiva.

Treino 4 de julho

“Esperamos um jogo difícil. É uma equipa ao nível do futebol alemão, sempre muito intensa, que quer ter a bola, quer jogar. É mais uma oportunidade para mostrarmos o trabalho que temos feito e que o Benfica faz. Numa organização como a Premier League, é óbvio que é uma motivação extra”, confessou Diogo Pinto, médio de 20 anos.

“O desgaste obviamente que é muito, temos muitos jogos seguidos, mas temos aqui profissionais que nos ajudam a recuperar mais rapidamente. Vamos chegar bem preparados ao jogo”, considerou.

O desafio, recorde-se, tem o apito inicial marcado para as 19h00 desta quarta-feira (25 de setembro), no Mill Farm Stadium, no Reino Unido. 

Outros desafios na Premier League International Cup

Jogo Data Hora Local
Newcastle United-BENFICA 22/11/2019 19h00 Whitley Park
Blackburn Rovers-BENFICA  25/11/2019 19h00 Lancashire FA

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Última atualização: 24 de setembro de 2019

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar