28 de setembro de 2019, 23h13

🎥 Bruno Lage: "Satisfeito com a atitude e a entrega da equipa"

Futebol

O técnico encarnado fez a análise à vitória do Benfica diante do V. Setúbal na 7.ª jornada da Liga NOS.

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

O Benfica venceu o V. Setúbal por 1-0 na 7.ª jornada da Liga NOS. Carlos Vinícius foi o autor do golo que valeu mais três pontos para as águias.

Em conferência de Imprensa, Bruno Lage considerou a vitória justa, falou sobre a Família Benfiquista e referiu que, "todos juntos", os encarnados são mais fortes.

Benfica-V. Setúbal

O jogo e as trocas para forçar o golo

"Uma vitória justa da nossa parte. Controlámos sempre o jogo. O Vitória de Setúbal entrou como estávamos à espera, organizado, num bloco baixo, muita gente a controlar o espaço entre linhas, a controlar a largura, e depois tentavam sair em transição com os alas e com o avançado. Temos de tentar ter mais paciência para levar a equipa de um corredor ao outro, depois poder entrar e fazer os nossos movimentos. A entrada do Gabriel foi para isso, estava condicionado para fazer apenas 45 minutos, mas tivemos de o colocar em campo para tentar variar o jogo e desorganizar o bloco do Vitória. Tínhamos de ter maior capacidade para controlar o jogo por trás com bola e não forçar logo na primeira bola."

"A entrada do Vinícius foi para voltar a forçar e tentar tirar maior partido da qualidade dos cruzamentos, e quando chegámos ao golo e conseguimos ter o jogo controlado, aconteceu a expulsão do Adel. Aí, tivemos de nos manter concentrados, organizados, mas, com tanta gente a recuperar de lesão, a regressar e ainda a recuperar o ritmo ideal, foram dez minutos de equipa, de sacrifício, de entrega, onde nos valeu imenso o apoio que tivemos hoje dos nossos adeptos, que nos ajudaram bastante nessa fase a segurar e a não permitir oportunidades ao Vitória."

Benfica-V. Setúbal

Gedson atrás do ponta de lança

"A ideia era procurar maior dinâmica no espaço para conseguirmos 'arrastar' a linha defensiva do Vitória. Gedson faz isso na perfeição e sentimos que este podia ser o jogo certo para ele jogar um pouco entre linhas, no corredor, ter as trocas posicionais com o Pizzi e tentar criar confusão para a bola poder entrar. O Vitória percebeu aquilo que nós queríamos fazer e fechou-se com uma linha de cinco, os três médios e o ponta de lança. Fecharam-nos os caminhos, e nós, ao intervalo, fomos à procura de outra coisa."

Benfica-V. Setúbal

Desbloqueador Vinícius

"Quem tem acompanhado a nossa equipa tem percebido que temos criado outro tipo de dinâmicas, diferentes das do ano passado quando jogamos contra equipas que se apresentam com uma linha de cinco. Quando acontecem estas situações, temos de procurar outros argumentos. O Vinícius dá-nos isso. Dá-nos ataque à profundidade, jogo entre linhas e poder no ar."

Benfica-V. Setúbal

O apoio da Família Benfiquista

"Nós contamos com o apoio dos nossos adeptos e isso é muito importante. Ontem [sexta-feira] falámos sobre aquilo que podemos e devemos fazer, e hoje, antes de entrarmos em campo, falámos sobre os nossos adeptos. É importante que os nossos jogadores percebam o que é o adepto do Benfica e o que é ser Benfiquista. Se há uns meses os adeptos foram os primeiros a ajudar na Reconquista quando estávamos a perder por 0-2 contra o Rio Ave, neste momento somos nós a ter paciência e perceber aquilo que é o adepto do Benfica."

Benfica-V. Setúbal

"Ser Benfiquista é ser família. Os nossos adeptos não estão contra nós, eles querem o melhor de nós e têm de exigir o melhor de nós, exigir o melhor de mim, porque é o que eu exijo aos jogadores. Os jogadores têm de entender que o adepto do Benfica vem ao Estádio da Luz com memórias. Aqui, no Benfica, há a tradição de família, que passa de avós para pais e de pais para filhos. Estamos conscientes daquilo que temos de fazer. Neste momento pontuar é muito importante, e nós voltaremos a jogar bem como fizemos recentemente com o início de época fantástico. Todos juntos com os adeptos. Todos juntos com os jogadores recuperados de lesão e com espaço para treinar, seguramente voltaremos às boas exibições."

Gabriel

Mais fortes com todos disponíveis

"Com todos, e com toda a gente a perceber a forma como tínhamos de jogar, verifiquem o início de época que realizámos. Quando começámos a ter lesões e, por coincidência, no mesmo sector, as soluções acabam por ser menores e isso com certeza que vai influenciar a nossa dinâmica. Com todos os jogadores disponíveis somos mais fortes. Esta paragem [após a liga dos Campeões] vai dar-nos tempo de trabalho, vai dar ritmo de jogo a alguns jogadores, porque há atletas que neste momento estão a regressar ao trabalho e vão começando agora a ter tempo de jogo, tal como foram os casos do André Almeida, do Gabriel, do Vinícius e do Gedson. Estou satisfeito com os três pontos, satisfeito com a atitude e a entrega da equipa."

Benfica-V. Setúbal

Segue-se a Champions

"Este é o calendário que temos, e nós não temos receio de nada. A nossa exigência fui eu que a coloquei e coloco diariamente naquilo que é o nosso trabalho. Exigência máxima em mim, apoio total aos jogadores e seguramente que quarta-feira lá estaremos [em São Petersburgo] para fazer um bom jogo [frente ao Zenit] e vencer [na Liga dos Campeões]. Essa é sempre a nossa mentalidade."

Texto: Diogo Nascimento

Fotos: João Paulo Trindade e Cátia Luís / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar