17 de outubro de 2019, 20h38

Bruno Lage: “Preparadíssimos para ter reentrada forte em competição”

Futebol

O Benfica estreia-se na edição 2019/20 da Taça de Portugal com o Cova da Piedade. Ambicioso, o técnico quer entrar a vencer na prova-rainha.

ANTEVISÃO

Bruno Lage anteviu, em declarações à BTV, a partida da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal com o Cova da Piedade.

O frente a frente está marcado para o Estádio Municipal José Martins Vieira, sexta-feira, dia 18, às 20h30, e o treinador do Benfica revelou o que pretende neste regresso após paragem das competições de clubes.

Quais as expectativas para este jogo com o Cova da Piedade?

As expectativas são, sobretudo, fazer um regresso à competição com enorme qualidade e com uma entrada forte. O jogo é de Taça de Portugal, mas poderia ser de campeonato ou de outra competição. O que queremos é ter uma entrada muito forte depois desta longa paragem. Vamos jogar com o Cova da Piedade, uma equipa de II Liga, bem organizada, com bons valores, essencialmente na frente, onde tem jogadores muito experientes. Jogamos fora de portas… sentimo-nos mais confortáveis a jogar no nosso Estádio, mas a nossa mentalidade é entrar com muita força para encarar este ciclo que se avizinha terrível para todas as equipas.

Esta será a quinta competição que o Benfica disputa na presente temporada. O que pretende para a Taça de Portugal?

Queremos vencer o jogo e passar a eliminatória. Encaramos todas as provas desta forma. O mais importante é fazer uma reentrada a um nível muito alto, como fizemos no início da época. Depois, disputar um jogo de cada vez, ter consciência das dificuldades e das oportunidades que o adversário nos pode dar.

Bruno Lage

Houve paragem das seleções. Como foi preparar este jogo e os treinos com o grupo mais reduzido?

Foi fundamental por dois motivos. Primeiro: tempo para recuperar jogadores lesionados, dar dias de descanso a quem está sempre em competição e não vai à seleção como, por exemplo, o Grimaldo. Segundo: ter a oportunidade de treinar pormenores do jogo que, com o jogar de três em três dias, não é possível. Momentos, fases do jogo que consideramos importantes e que tivemos de treinar. Aproveitámos, da melhor maneira, esta paragem, acompanhámos, da melhor maneira, o trabalho dos nossos jogadores nas seleções. Estamos preparadíssimos para ter uma reentrada forte na competição.

O Benfica vai entrar num ciclo de sete jogos em 23 dias. Foi importante ter este tempo para treinar, porque agora é mais recuperação entre os jogos…

Exatamente! É olharmos para as situações pelo aspeto positivo e verificar isso. Ou seja, ter tempo para treinar, há coisas coletivas que podemos preparar e depois, pontualmente, pela experiência dos jogadores, ou pela análise que fazemos ao jogo ou ao treino, prepará-los através de vídeos para que, a cada momento, o coletivo tenha uma resposta adequada.

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

Horas depois da antevisão ao canal de televisão do Clube, Bruno Lage, em conferência de Imprensa, considerou que jogar no estádio do Cova da Piedade é a verdadeira "festa da Taça", e ainda recordou o pai-treinador, além de comentar a renovação de Ferro até 2024.

Disse que esta paragem serviu para recuperar lesionados. Que jogadores recuperaram?

Ficámos quase três semanas sem competir e, para além de perdermos os jogadores que vão para as seleções, há os que cá ficam, há o espaço para recuperar lesionados e deixá-los voltar a treinar; há o espaço para treinar coisas que achamos serem importantes para a nossa forma de jogar.

Em que ponto estão os processos de renovação dos contratos de jogadores como Grimaldo e Ferro? E o seu processo de renovação?

Sobre as renovações dos jogadores… é motivo de orgulho para todos os Benfiquistas e é uma forma de darmos o passo seguinte, e o passo seguinte é continuar a formar uma equipa competitiva para o presente e futuro e, em consequência disso, termos a capacidade de segurar os jovens valores. Sobre a minha renovação, a seu tempo teremos tempo para falar sobre isso. Sinto-me feliz nesta casa, já treinei todas as equipas menos os Infantis e este projeto é a minha cara.

A BTV pode afirmar em primeira mão: Ferro acertou hoje [quinta-feira] a renovação com o Clube até 2024. Que comentário faz?

É uma boa notícia. Ferro tem feito um trajeto fantástico, tal como o Rúben. Nunca pensei que pudessem jogar em simultâneo na equipa A e muito menos ser eu o treinador. São excelentes notícias e agora segue-se o próximo passo, que é o Benfica ter a capacidade de convencer estes jogadores de que tem um projeto.

Bruno Lage

Como tem lidado com as críticas que lhe foram feitas após o jogo com o Zenit?

Primeiro que tudo, quero dar os parabéns ao jornal "A Bola" pela reportagem que me trouxe à memória a minha infância e a referência que eu e o meu irmão temos em casa: um pai e treinador fantástico. Pensam que estou a ser criticado pela primeira vez, mas já vivo isto desde os meus seis anos por causa do meu pai. Já é uma bagagem forte saber o que é esta profissão. Há a responsabilidade de ser treinador do Benfica; as críticas e os elogios passam-nos ao lado. O que interessa é preparar o próximo jogo para vencer.

Jogar no estádio do Cova da Piedade pode ser uma dificuldade?

Seria uma dificuldade se fosse o campo antigo, que era pelado. Joguei lá no ano passado pela equipa B. O significado da Taça de Portugal é este: as equipas poderem receber os ditos grandes no seu estádio e fazer-se a festa do futebol. Não serve como desculpa e temos de fazer o nosso trabalho.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Cátia Luís / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar