8 de novembro de 2019, 11h00

Carlos Seixas: “Deslocação sempre complicada” 

Basquetebol

O treinador adjunto do Benfica lançou o encontro com o 5.º classificado da Liga Placard de basquetebol.

Após vitórias sobre Sporting, para a Liga Placard de basquetebol, e Inter Bratislava, para a FIBA Europe Cup, o Benfica regressa às competições internas. Visita o reduto do Illiabum às 15h00 de sábado (9 de novembro), no Pavilhão Municipal Capitão Adriano Nordeste, em Ílhavo.

Em declarações à BTV, Carlos Seixas elogiou a qualidade do oponente, ainda invencível em casa. “Têm estado bastante bem, apesar de virem de uma derrota frente ao Maia Basket Clube. Ainda não perderam em casa e são fortes quando jogam perante os seus adeptos. Por tradição, é uma deslocação sempre difícil”, justificou o treinador adjunto.

O antigo jogador dos encarnados abordou ainda as especificidades deste desafio, destacando os obstáculos que todas as formações encaram quando defrontam o conjunto do distrito de Aveiro. “Sabemos que se têm mostrado sempre fortes do ponto de vista defensivo. Têm obrigado as equipas a fazer abaixo ou quase abaixo dos 70 pontos, o que significa que estão a trabalhar bem. Compete-nos estar preparados para estas dificuldades e fazermos aquilo que é necessário para conseguirmos mais uma vitória”, analisou.

Treino para o Illiabum-Benfica

Últimos cinco embates

Data Jogo Resultado
2018/19 Benfica-Illiabum 98-75
2018/19 Illiabum-Benfica 64-71
2017/18 Benfica-Illiabum 100-58
2017/18  Illiabum-Benfica 86-101
2017/18 Benfica-Illiabum 104-95

Devido ao elevado número de encontros disputados no mês de outubro e novembro, Carlos Seixas vincou a necessidade de o coletivo se manter mentalmente forte.

“O calendário que temos tido, de jogarmos três vezes por semana, dificulta ainda mais a nossa missão de garantirmos os dois pontos. A sobrecarga física é ainda maior e temos alguns atletas lesionados. Temos também um desafio mental para ultrapassar”, esclareceu.

Confrontado sobre o registo positivo das águias diante do Illiabum, optou por desvalorizar a estatística.

A história vale o que vale. Se conseguirmos manter a tradição é meio caminho andado para conseguirmos o sucesso. É importante não baixarmos a guarda e evitarmos pensar que o jogo pode vir a ser fácil, porque se o fizermos é meio caminho andado para que tenhamos muitas dificuldades”, finalizou.

Fotos: Gonçalo Lopes / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar