9 de novembro de 2019, 13h16

🎥 Empatados por um penálti

Futebol

Benfica e Leixões dividiram pontos em jogo a contar para a 15.ª jornada da Liga Revelação.

RESUMO DO JOGO

As equipas Sub-23 do Benfica e do Leixões empataram a uma bola (1-1) neste sábado no Benfica Campus, na 15.ª jornada da Liga Revelação.

Começou a partida no Benfica Campus e bastaram quatro minutos para os encarnados fazerem magia na primeira oportunidade de golo.

[GOLO: 1-0] Depois de uma recuperação de bola de Ronaldo Camará, este lançou o esférico para Kevin Csoboth, que correu pelo corredor direito e cruzou diretamente para a área, onde estava Luís Lopes que, de cabeça, não desperdiçou a oportunidade de inaugurar o marcador no Seixal.

O Leixões tentava condicionar as águias, mas estas continuavam pressionantes e a fazerem avisos à formação visitante.

Aos 29’, Luís Montenegro, que se estreou pela equipa Sub-23 do Benfica, teve nos pés a oportunidade de dilatar o resultado. Após a bola cruzada por Tiago Araújo, o camisola 8 das águias rematou, mas a bola passou por cima das redes.

A equipa comandada por Jorge Maciel mostrava vontade de querer mais. À passagem do minuto 42, Ronaldo Camará, numa jogada individual, fintou dois jogadores do Leixões, procurou a melhor posição para finalizar de pé direito e atirou para a estirada do guardião Ivo Eichman. 

O árbitro apitou para o intervalo e as equipas foram para o balneário com o placard favorável ao Clube da Luz: 1-0.

RESUMO DA 1.ª PARTE

A segunda parte começou com mudanças no xadrez do Benfica: Fábio Baptista e Luís Montenegro saíram para darem entrada a Gonçalo Loureiro e Paulo Bernardo.

A formação de Matosinhos tentava chegar à igualdade. Aos 56’, Italo rematou dentro da área e obrigou o guardião Dylan Silva a defesa atenta, que impediu o golo do adversário.

Aos 60’, nova substituição na equipa encarnada: João Borges fez a vez do autor do golo, Luís Lopes.

Apesar das tentativas do Leixões, o Benfica continuava mais forte no desafio.

Aos 62’, Kevin Csoboth não marcou por milagre… Depois do cruzamento de Miguel Nóbrega, a bola sobrou para os pés do camisola 7 das águias, este rematou, mas o esférico bateu entre o guarda-redes adversário e o poste, não entrando por um triz.

Na sequência do canto ganho na jogada anterior, os encarnados estiveram novamente à porta do golo. Gonçalo Loureiro atirou, de cabeça, para a barra da baliza de Ivo Eichman.

Aos 75’, Diogo Capitão cometeu falta sobre Italo dentro da área do Benfica, sendo assinalada grande penalidade.

[GOLO: 1-1] Franco foi o jogador chamado para bater o penálti e não desperdiçou a oportunidade de empatar a partida. Estava feito o 1-1 aos 76 minutos.

Logo de seguida, Jorge Maciel mexeu na equipa: Jair Tavares substituiu Kevin Csoboth.

Faltavam poucos minutos para o final da partida e as equipas estavam competitivas e a levar o lado físico para dentro de campo. Fator que não trouxe benefícios e que não alterou o resultado no Seixal: 1-1.

Com este empate, o Benfica continua sem derrotas em casa e segue em 2.º lugar na tabela classificativa com 34 pontos, apenas separado por um ponto do 1.º classificado, Sporting. Na próxima jornada, a 16.ª (no arranque da segunda volta), a equipa Sub-23 encarnada recebe o Rio Ave, às 11h00 do dia 23 de novembro, no Benfica Campus.

FICHA  
Local Benfica Campus
Onze do Benfica Dylan Silva, Fábio Baptista, Rafel Rodrigues, Miguel Nóbrega, Pedro Ganchas, Diogo Capitão, Luís Montenegro, Ronaldo Camará, Kevin Csoboth, Tiago Araújo e Luís Lopes.
Suplentes Carlos Santos, Vilius Armalas, Gonçalo Loureiro, Tomás Azevedo, Paulo Bernardo, Sérgio Andrade, Jair Tavares e João Borges 
Intervalo 1-0
Marcadores do Benfica Luís Lopes (4')
Marcha do marcador 1-0; 1-1

Texto: Márcia Dores

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica 

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar