19 de novembro de 2019, 19h26

Águias fulcrais em passo em frente rumo ao Euro 2021!

Futebol

Jota deu a marcar e marcou; Tomás Tavares controlou e Florentino marcou e até a central jogou...

Foi a doer! Depois do particular perante a Eslovénia (0-0) a Seleção Sub-21 de Portugal viajou, esta terça-feira, até ao Estádio Marienlyst (Drammen) onde defrontou e venceu a Noruega (2-3), num duelo referente à fase de qualificação para o Europeu 2021.

Dos cinco atletas do SL Benfica chamados por Rui Jorge, Tomás Tavares, Florentino e Jota fizeram parte do onze inicial; Gedson iniciou o desafio no banco de suplentes, isto enquanto Nuno Tavares não foi convocado para esta partida.

E os jogadores do Campeão Nacional foram determinantes na vitória da Seleção lusa. Minuto 2 e Jota, com um cruzamento com conta, peso e medida, a descobrir Fábio Vieira para um golaço. Receção e remate de primeira a inaugurar o marcador (0-1).

E Jota assistiu e marcou! Aos 20', o avançado do Benfica, em zona central, rematou de primeira, após assistência de Rafael Leão, para colocar Portugal a vencer justamente por 0-2.

A formação orientada por Leif Gunnar Smerud pouco conseguiu fazer perante um Portugal muito inteligente, e nem a expulsão de Diogo Queirós, por acumulação de amarelos, deu ânimo aos noruegueses.

Ora, curiosamente, e a jogar em desvantagem númerica a partir da meia hora de jogo, foi altura de Florentino a recuar e de fazer as vezes de central até que Rui Jorge reorganizou as tropas com a entrada de Djaló e a saída de Rafael Leão (35'). Ao intervalo, 0-2.

Na segunda metade a toada manteve-se, com Portugal, apesar de estar a jogar em desvantagem, a dominar e a gerir. Tomás Tavares limpou com muita classe as investidas do adversário e, já após a substituição de Jota (saiu aos 55' para a entrada de Trincão), mais um golo de uma águia...

Aos 78', recuperação de Florentino, com o médio do Benfica a trabalhar com Fábio Vieira e a concluir a jogada com sucesso: 0-3.

A Noruega acabaria por reduzir, aos 83', através de uma grande penalidade convertida Thorstvedt, (1-3) e aos 90' (2-3) com Larsen a lançar a incerteza, mas o resultado não mais sofreu alterações. Sofrimento desnecessário...

Nota ainda para a entrada de Gedson, aos 84', para a saída de Miguel Luís. 

Com este resultado, Portugal soma mais três pontos, agora com um total de 9, fruto de três vitórias e uma derrota nos quatro desafios disputados, com 11 golos marcados e 6 sofridos, subindo assim ao 2.º lugar do Grupo 7.

A equipa das Quinas torna a entrar em campo no dia 26 de março de 2020, com uma receção à congénere cipriota, numa partida referente à 5.ª jornada da fase de qualificação para o Europeu 2021.

Noruega-Portugal, 2-3

FICHA  
Estádio Marienlyst (Drammen)
Onze de Portugal Diogo Costa; Thierry Correia, Diogo Leite, Diogo Queirós e Tomás Tavares; Florentino, Miguel Luís e Vítor Ferreira; Jota, Rafael Leão e Fábio Vieira
Suplentes João Virgínia, Tiago Djaló, Gedson, Pedro Mendes, Trincão, Pedro Pereira, Daniel Bragança, Filipe Soares e Dany Mota
Ao intervalo 0-2
Golos de Portugal Fabio Vieira (2'), Jota (20') e Florentino (78')
Marcha do marcador 0-1 (2'), 0-2 (20'), 0-3 (78'), 1-3 (83') e 2-3 (90')

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar