23 de novembro de 2019, 19h41

🎥 Muita crença põe Benfica na fase de grupos da Taça EHF

Andebol

Num final impróprio para cardíacos, ao cabo de 60 minutos de jogo houve uma explosão de alegria que preencheu quadra e bancadas do Pavilhão n.º 2 da Luz.

RESUMO DO JOGO

A equipa de andebol do Sport Lisboa e Benfica está na fase de grupos da Taça EHF após bater, este sábado, no Pavilhão n.º 2, o RK Nexe, por 28-24.

Na Luz, os comandados por Carlos Resende apresentaram uma defesa muito agressiva, que obrigou o RK Nexe a erros no ataque. Em termos ofensivos, o Benfica enfrentou um bloco croata em 6x0 ou em 5x1 forte, mas, ainda assim, aos 10' já vencia, por 3-2. Mesmo com as defesas a surperiorizarem-se aos ataques, aos 20' os encarnados aumentaram a diferença para três golos (9-6). Até final da primeira parte, o Benfica segurou a vantagem e ao intervalo o resultado era de 12-10 para os da Luz.

RESUMO DA 1.ª PARTE

O segundo tempo começou com um parcial de 3-1 para as águias, que colocou o marcador em 15-11 e anulava a desvantagem benfiquista trazida da Croácia. Porém, o RK Nexe não se distraía face ao resultado desfavorável e continuava a manter acerto ofensivo. A 10 minutos do fim (50'), o resultado era de 22-19 para o Benfica. Com tudo em aberto, o jogo entrou nos momentos finais... impróprios para cardíacos. Os comandados por Carlos Resende fixaram o resultado em 28-24 que lhes daria a passagem para a fase de grupos, mas a quatro segundos do fim, aquando da reposição da bola em jogo, a dupla de árbitros francesa, sem se perceber muito bem porquê, expulsou Paulo Moreno e levou o RK Nexe para a linha de 7 metros. Aí, o jogador croata tremeu, atirou à barra e houve uma explosão de alegria na quadra e nas bancadas pelo feito do andebol do Benfica. 

As águias voltam às andanças do Campeonato Nacional na quarta-feira, dia 27 de novembro, às 20h30, com deslocação ao Pavilhão do Boavista. 

DECLARAÇÕES

Benfica Nexe Carlos Resende

Carlos Resende (treinador do Benfica): “Em primeiro lugar, dar os parabéns à equipa adversária. O Nexe jogou francamente bem. Foram dois jogos extremamente equilibrados e, não fosse um ou outro momento, tanto lá como cá, em que as equipas tiveram algum ascendente, a toada teria sido sempre esta: equilíbrio. Quando se ganha no último segundo, com um livre de 7 metros, é difícil apontar um segredo para a vitória. Queria destacar a atitude que a equipa teve na defesa. Abrimos a confiança da nossa equipa para poder vencer e passar quando conseguimos sofrer apenas 10 golos numa primeira parte diante de uma equipa como o Nexe.”

Benfica-RK Nexe, 28-24

FICHA  
Local Pavilhão n.º 2 da Luz
Formação do Benfica Ristovski, Carlos Molina, Carlos Martins, Toft Hansen, Francisco Pereira, Nuno Grilo e João Pais
Suplentes Miguel Espinha, Davide Carvalho, Romé Hebo, Pedro Seabra, Nyokas, Bélone Moreira, Paulo Moreno, Pesqueira e Vidrago
Ao intervalo 12-10
Golos do Benfica Paulo Moreno (6), Pedro Seabra (4), Nuno Grilo (4), Nyokas (3), Bélone Moreira (3), Davide Carvalho (2), João Pais (2), Carlos Martins (2), Toft Hansen (1) e Ristovski (1)

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar