Futebol

13 dezembro 2019, 19h52

Tiago Dantas

RESUMO DE JOGO

Muita emoção no jogo da 13.ª jornada da LigaPro (II Liga). A equipa B e o Varzim protagonizaram um bom espetáculo no Benfica Campus, que terminou empatado a três bolas. 

Jogo de loucos no Seixal, com vários golos, incerteza no resultado, reviravoltas, emoção e imensa imprevisibilidade.

No Seixal, o jogo começou a bom ritmo, com as duas equipas a tentarem acercar-se das áreas contrárias. Destaque, aos 3’, para o lance individual de Csoboth, que terminou com um remate para defesa de Serginho. Minutos iniciais com o Benfica B com maior percentagem de posse de bola e muita circulação de bola; os nortenhos, com saídas rápidas, nomeadamente através de George Ofusu, que deixavam a defensiva das águias em sentido.

GOLO: 1-0

Livre direto superiormente marcado por Tiago Dantas a bater Serginho, aos 15’. Primeiro motivo de festa no Benfica Campus.

Mesmo a vencer, o Benfica B não tirava o pé do acelerador e aos 20’, numa incursão de Csoboth pela direita, Daniel dos Anjos e Gonçalo Ramos, na área, a voltarem a assustar o Varzim. Volvidos dois minutos, aos 22’, de pé esquerdo, do meio da rua, Nuno Santos viu o seu disparo sair a centímetros da baliza de Serginho.

No melhor momento do Benfica B chegou o empate…

GOLO: 1-1

Pontapé de canto batido por Nduwarugira e Leonardo Ruiz, à entrada da pequena área, sozinho, cabeceou para o golo (24’).

Bola ao meio-campo, jogo recomeça e o Varzim a encetar a reviravolta no marcador no Benfica Campus.

GOLO: 1-2

Aos 26’, Leonardo Ruiz foi lançado em profundidade, segurou o esférico, trabalhou na área e assistiu Lumeka para o 1-2.

Na frente do marcador, era a vez do Varzim estar mais perigoso no jogo. Ataque rápido dos nortenhos, concluído com um remate de Cerqueira, na passada, para grande estirada de Svilar. Ao intervalo, Benfica a perder com o Varzim, por 1-2.

RESUMO DA 1.ª PARTE

No reinício, o Benfica B, uma vez mais, com mais posse de bola, mas com poucos lances de perigo. A exceção apareceu aos 53’. Csoboth trabalhou bem na direita, fletiu para dentro e rematou com a canhota para Serginho agarrar com segurança. Aos 58’, de novo o húngaro na jogada. Csoboth a cruzar da direita e Gonçalo Ramos, na área, a cabecear por cima.

Apesar de mais Benfica B, o jogo parecia algo adormecido, até que Daniel dos Anjos deu um pontapé no marasmo, com um golaço.

GOLO: 2-2

Daniel dos Anjos, à entrada da área, descaído para a direita, tirou um remate cheio de intenção que não deu hipóteses a Serginho e, à bomba, aos 62’, restabeleceu o empate.

O golo mexeu com os jogadores encarnados. O guarda-redes do Varzim coloca mal o esférico, Daniel dos Anjos recupera-o, endossa-o a Nuno Santos que, num lance individual de pura magia, ultrapassa vários jogadores e ainda encontra espaço para rematar, mas Serginho segurou (64’).

Aos 68’, Renato Paiva mexeu na equipa e Umaro Embaló rapidamente deixou a sua marca na partida ao participar no golo que encetou a reviravolta.

GOLO: 3-2

Combinação entre Frimpong e Umaro Embaló, com o lateral a arrancar para a “remontada” (71’).

Bola ao centro, o árbitro Tiago Martins apitou para reinício do encontro e… novo golo!

GOLO: 3-3

Lumeka arrancou da esquerda, ultrapassou Ebuehi, cruzou e Leonardo Ruiz, oportuno, a bisar aos 73’.

Na parte final da partida, o Benfica B mais perto da vitória. Aos 88’, Serginho, com uma extraordinária intervenção, a negar o 4-3 a Gonçalo Ramos. Na sequência do lance, no pontapé de canto, a bola voltou a andar perto das redes da baliza do Varzim. Até final, o resultado de 3-3 não mais se alterou.

O Benfica B volta a jogar na II Liga a 29 de dezembro, com a deslocação à casa do SC Covilhã.

DECLARAÇÕES

Renato Paiva (treinador do Benfica B): “Se há jogo que na antevisão e preparação foi uma cópia fiel do que dissemos, foi este. Duas formas de jogar diferentes. Este foi o jogo mais próximo da nossa imagem e do que queremos passar. Estivemos praticamente os 90 minutos onde estivemos mais perto da nossa ideia, com a complexidade de termos mexido de sistema. Em termos ofensivos, claramente, o nosso melhor jogo. Não devemos é fazer três golos e sofrer outros três. A pecha esteve aí. Tínhamos dito aos nossos jogadores que seria importante controlar os jogadores do Varzim dentro da área. Custa-me sofrer todos os golos, mas de bola parada custa ainda mais. Satisfeito pelo jogo que fizemos.”

Pedro Álvaro (jogador do Benfica B): “Tivemos mais bola, procurámos a vitória. O Varzim jogou com as linhas baixas. Na primeira parte, quando estávamos por cima do jogo, sofremos um golo de bola parada, demorámos um tempo a voltar a entrar na partida e sofremos o segundo golo. Mas a equipa esteve bem, a atacar a baliza do Varzim. Deixámos escapar a vitória em alguns lances de desconcentração. Estamos no bom caminho, vamos continuar a trabalhar e afinar algumas coisas.”

Benfica-Varzim, 3-3

FICHA  
Local Campo n.º 1 do Benfica Campus
Onze do Benfica Svilar; Ebuehi, Pedro Álvaro, Morato, Frimpong (83', João Ferreira); Rafael Brito, Nuno Santos, Tiago Dantas; Csoboth (89', Vinícius), Gonçalo Ramos e Daniel dos Anjos (69', Umaro Embaló)
Suplentes Fábio Duarte, Kalaica, João Ferreira, Rodrigo Conceição, Vinícius, Umaro Embaló e Pedro Henrique
Boletim clínico Vukotic (Lesão muscular na coxa esquerda) e Diogo Mendes (Traumatismo na anca direita)
Ao intervalo 1-2
Golos do Benfica Tiago Dantas (15'), Daniel dos Anjos (62') e Frimpong (71')
Marcha do marcador 1-0, 1-1, 1-2, 2-2, 3-2, 3-3

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Última atualização: 13 de dezembro de 2019

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Futebol

Por dentro da vitória na 7.ª jornada da Liga Bwin

Apoiada pelos Benfiquistas, antes e durante todo o jogo no Estádio D. Afonso Henriques, a equipa comandada por Jorge Jesus superou o Vitória de Guimarães no Minho, na 7.ª jornada da Liga Bwin, continuando 100 por cento vitoriosa na competição, que lidera com quatro pontos de vantagem. Os bastidores de mais três pontos, autenticados pelos golos de Yaremchuk (2) e João Mário, estão neste vídeo...

Futebol

Darwin "muito feliz" pelos 50 jogos

Em Guimarães, na tarde/noite de 25 de setembro, Darwin completou meia centena de jogos oficiais com o Manto Sagrado, um registo que, confessou, o deixa "muito feliz". Lançado na equipa titular, o avançado somou os primeiros 90 minutos seguidos nesta temporada, envolvendo-se na dinâmica que, no terreno do Vitória, conduziu o Benfica ao sétimo triunfo seguido (1-3) em outras tantas jornadas na Liga Bwin.

Futebol

V. Guimarães-Benfica em imagens

Melhor ataque da Liga Bwin (agora com 19 golos), o Benfica partiu para um triunfo seguro (1-3) no terreno do Vitória de Guimarães. São sete vitórias em sete jornadas, 21 pontos que sustentam a liderança isolada num arranque perfeito no Campeonato. Yaremchuk (2) e João Mário marcaram os golos do Glorioso.

Andebol

Adeptos convidados para jogo decisivo

Às 19h45 de terça-feira, 28 de setembro, joga-se uma partida decisiva no Pavilhão n.º 2 da Luz, com o Benfica a receber o Rhein-Neckar Löwen na 2.ª mão da 2.ª ronda de acesso à EHF European League. O apoio dos Benfiquistas será vital, e os andebolistas Carlos Martins e Rogério Moraes convidam-nos a marcar presença. O intervalo do duelo de hóquei deste sábado no Pavilhão Fidelidade foi aproveitado para uma abordagem direta. Na Alemanha registou-se um empate (31-31).

Basquetebol Feminino

Está conquistada a 1.ª Supertaça do palmarés!

Numa exibição forte, com garra e ambição, ante o V. Guimarães, neste sábado, 25 de setembro, o Benfica foi superior (77-75) e conquistou a 1.ª Supertaça do seu palmarés. Para a equipa feminina de basquetebol do Clube, a história continua a escrever-se, com triunfos inéditos! Raphaella Monteiro, extrema e reforço das águias, esteve em grande destaque no seu primeiro jogo oficial pelo Benfica, tendo sido titulada de MVP da partida. Veja aqui as melhores imagens da final...

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar