11 de janeiro de 2020, 22h37

🎥 Benfica na final da Taça da Liga

Futsal

Dois golos a abrir resolveram, mais dois no final confirmaram. Futsal encarnado ultrapassou Eléctrico na meia-final.

RESUMO DO JOGO

O futsal do Sport Lisboa e Benfica confirmou, na noite deste sábado, a presença na final da Taça da Liga. Diante do Eléctrico, os encarnados venceram por 0-4, através dos golos de Robinho, Fits e Henmi, que bisou.

O jogo começou praticamente com o golo do Benfica. Minuto inicial, falha na defesa do Eléctrico, Robinho ficou com a bola à mercê e disparou para o 0-1

GOLO: 0-1

O golo madrugador obrigou Kitó Ferreira a alterar a estratégia. Nos minutos seguintes viu-se um Eléctrico a tentar condicionar o ataque do Benfica. Aos 5', Tiago Brito ficou perto do 0-2. O poste a meias com Diogo Basílio evitaram o golo. 

Jogo de parada-resposta em Matosinhos, com as duas equipas a tentarem o golo, mas as defesas a superiorizarem-se aos ataques. Do lado do conjunto alentejano, destaque para Rodriguinho, o elemento que mais vezes apareceu frente a André Sousa para tentar faturar. 

Aos 13', 0-2 para o Benfica. Uma vez mais, o Eléctrico a perder a bola na saída para o ataque. Robinho recuperou e assistiu Fits para o golo. 

GOLO: 0-2

Aos 17', combinação entre Renan e Rodriguinho, com o primeiro a rematar para grande intervenção de André Sousa. Dois minutos depois, aos 19', Wendell, com um remate de longe, tentou surpreender as águias, mas a bola saiu ao lado. Resposta do Benfica por Tiago Brito. André Coelho iniciou a jogada e o 6 rematou forte, mas por cima. 

Apesar das oportunidades para ambos os emblemas, o resultado de 0-2 manteve-se até ao descanso

RESUMO DA 1.ª PARTE

O Eléctrico veio mais afoito dos balneários, a tentar anular a desvantagem no placard. O Benfica não estava na disposição de ser surpreendido. Aos 22', André Coelho obrigou Diogo Basílio a aplicar-se. Os alentejanos responderam aos 24' por intermédio de Rodriguinho, com André Sousa, com o pé, a evitar o golo. 

Aos 27', de novo André Sousa a evitar males maiores. Contra-ataque do Eléctrico conduzido por Rodriguinho, assistência para Renan, mas o guarda-redes do Benfica fez a mancha e negou o 1-2. À entrada para os derradeiros 10 minutos, o jogo ficou mais partido. Fruto dessa parada-resposta, numa transição rápida do Benfica, Rodriguinho derrubou Bruno Coelho e viu o 2.º cartão amarelo e consequente vermelho. 

Na sequência do livre direto, Robinho obrigou Diogo Basílio a aplicar-se (33'). Aos 35', o Benfica poderia ter "matado" o jogo. Passe em profundidade de Bruno Coelho, Fits recebeu nas costas do marcador contrário e atirou ao poste da baliza do Eléctrico. 

O conjunto alentejano avançou com o 5x4 a cinco minutos do fim e na primeira jogada houve... golo do Benfica! Perda de bola e Henmi a rematar para a baliza deserta (36'). 0-3 em Matosinhos para as águias.

GOLO: 0-3

O Eléctrico insistiu no 5x4, e o Benfica sempre com a (deserta) baliza alentejana na mira, mas sem sucesso. 

Aos 39', Henmi não perdoou, bisou e fez o 0-4

GOLO: 0-4

Na final encontram-se Benfica e Sporting. O jogo está marcado para este domingo, às 19h45, no Pavilhão dos Desportos, em Matosinhos. Os bilhetes têm um custo de três euros e são vendidos neste domingo (12 de janeiro), das 9h00 às 17h30, na Casa do Benfica em Matosinhos (telf: 229386349).

Eléctrico-Benfica

DECLARAÇÕES

Joel Rocha (treinador do Benfica): "O jogo foi muito difícil tal como previmos. O Eléctrico não tinha nada a perder, mas nós tínhamos muito a perder, pelo facto de manhã [domingo] haver uma final que queríamos muito disputar. Durante muitos minutos fomos uma equipa pouco solta, algo complexada com o jogo. São questões emocionais que só o próprio jogo vai diluindo. Uma das mensagens muito fortes que passámos foi para que os jogadores se soltassem no seu jogo, nas suas características. O Eléctrico foi sempre uma equipa igual a si própria, e nós nem sempre. Nem sempre jogámos bonito, mas conseguimos o resultado que pretendíamos e mantivemos a baliza inviolável. São jogos a eliminar e o que fica são os resultados. Estamos satisfeitos por termos alcançado a final, amanhã [domingo] cá estaremos para disputar mais um excelentíssimo dérbi, que é um dos jogos mais apaixonantes do futsal. É mais um dérbi na nossa vida, na nossa carreira, e há que desfrutá-lo em responsabilidade e qualidade. Se assim for, acredito que os nossos jogadores estarão inspirados e muito transpirados, porque vai ser um jogo muito equilibrado e competitivo. Espero que o público nos venha apoiar e possa jogar connosco, para que no final sejamos os vencedores."

Eléctrico-Benfica

André Coelho (jogador do Benfica): "Foi um jogo muito duro. Parabéns ao Eléctrico, uma equipa muito competitiva e bem organizada, com um bom treinador. Demos um excelente espetáculo de futsal. Tivemos a felicidade de marcar cedo e sair em vantagem, o que facilitou o nosso jogo. Obrigámos o adversário a subir, a correr atrás da bola e fizemos um bom jogo. O nosso objetivo é sempre vencer. A final de amanhã [domingo] será mais um dia, vamos ter tempo para descansar e depois partir em busca da vitória. Esperamos um pavilhão cheio, e peço aos adeptos benfiquistas para comparecerem, porque vai ser certamente um grande espetáculo onde vamos lutar pela vitória."

Eléctrico-Benfica, 0-4

FICHA  
Local Pavilhão dos Desportos de Matosinhos
Cinco do Benfica André Sousa, Chaguinha, André Coelho, Miguel Ângelo e Robinho
Suplentes André Correia, Afonso Jesus, Tiago Brito, Bruno Coelho, Henmi, Célio Coque, Drasler e Fits
Ao intervalo 0-2
Golos Robinho (1'), Fits (13') e Henmi (36' e 39')

RESULTADOS

Quartos de final

  • Quinta dos Lombos-Elétrico, 4-5
  • Futsal Azeméis-Modicus, 3-4
  • Sporting-Braga, 5-1
  • Benfica-Burinhosa, 7-0

Meias-finais

  • Sporting-Modicus, 5-0
  • Eléctrico-Benfica, 0-4

Final 

  • Sporting-Benfica

Texto: Marco Rebelo e João Sanches

Fotos: Francisca Caria / SL Benfica

PATROCINADORES MODALIDADES


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar