12 de janeiro de 2020, 21h33

🎥 Taça da Liga pintada a vermelho e branco

Futsal

Futsal do Benfica conquista a prova pela 3.ª vez consecutiva e é o clube com mais troféus. 

RESUMO DO JOGO

O Pavilhão dos Desportos, em Matosinhos, recebeu um grande dérbi na final da Taça da Liga. Espetáculo, emoção até ao fim e muitos golos consagraram a equipa de futsal do Benfica como vencedora da prova após derrotar o Sporting, por 4-5. 

Bancadas completamente cheias e pintadas de vermelho de um lado e verde do outro, com os adeptos, de forma civilizada, a puxarem pelo seu clube. Estava tudo pronto para um grande jogo dentro e fora da quadra e assim foi.

Minuto inicial e Fernandinho a ter no pé direito uma oportunidade soberana. Robinho assistiu o 18, o pivô ultrapassou o marcador direto e, no frente a frente com Guitta, atirou ao lado. O Sporting respondeu com o 1-0. Lançamento lateral e Cardinal, de primeira, ao segundo poste, a bater Roncaglio. 

GOLO: 1-0

Motivados pelo golo, os leões voltaram a estar perto de festejar aos 2'. Merlim variou da direita para o meio e rematou para grande parada de Roncaglio. O guarda-redes do Benfica a mostrar serviço no minuto seguinte, aos 3', após tiro de Guitta. 

O Benfica sacudiu a pressão do Sporting, aos 5'. Henmi trabalhou bem e disparou para defesa atenta de Guitta. Mais futsal dos encarnados na quadra e aos 8' foi Robinho, após combinar com Fernandinho, a testar a atenção de Guitta. O guarda-redes, com o pé esquerdo, a evitar o empate. 

O empate voltou a pairar em Matosinhos, aos 10'. Fernandinho recebeu o esférico de Robinho, trabalhou bem sobre o adversário, rodou sobre si mesmo e rematou, mas Guitta fez a mancha e negou o 1-1. Pouco depois, aos 13', contra-ataque do Sporting quase deu golo. Deo rematou a centímetros do alvo quando Roncaglio estava fora dos postes.

Aos 15', golo do Benfica! Roncaglio arrancou com a bola desde a baliza, combinou com Tiago Brito e atirou para o 1-1. Bola ao centro, recomeço e... mais um golo. 

GOLO: 1-1

Roncaglio foi do céu ao inferno em segundos. Infeliz abordagem do guarda-redes do Benfica e Deo a fazer o 2-1 para o Sporting (16').

GOLO: 2-1

O Benfica voltou a estar perto do golo à passagem dos 18'. Tiago Brito, à queima, a rematar para intervenção de Guitta. O 6 das águias ficou maltratado na sequência do lance e teve de receber assistência. Logo a seguir, aos 19', foi Chaguinha a obrigar Guitta a aplicar-se.

Os encarnados ameaçavam e o 2-2 surgiu aos 19'. Remate de Robinho, e Fernandinho, junto ao poste, a desviar de forma subtil para o golo. 

GOLO: 2-2

O dérbi chegou ao intervalo com o empate (2-2). Primeira parte muito bem jogada, com emoção e golos. 

RESUMO DA 1.ª PARTE

Na etapa complementar, Cardinal, de novo, a tentar o golo. O pivô luso trabalhou e rematou de pé esquerdo para Roncaglio defender a preceito (21'). No minuto seguinte, aos 22', foi Merlim a testar Roncaglio e o brasileiro mostrou serviço.

O Benfica respondeu aos 23' através do remate cruzado de André Coelho que passou a centímetros do golo. Que perigo! Aos 26' foi a vez de o Sporting levar perigo à baliza encarnada. Rocha, do meio da rua, para grande defesa de Roncaglio.

Bola cá, bola lá. Fábio Cecílio, aos 28', ultrapassou o marcador direto com mestria e rematou ao lado só com Guitta pela frente; aos 29', Merlim, com um forte tiro, a obrigar Roncaglio a sacudir.

Grande jogada do Benfica e 2-3 em Matosinhos. Chaguinha arrancou, deixou a bola em Fernandinho e o 18 assistiu André Coelho para o golo (31').

GOLO: 2-3

Uma vez mais, bola ao centro e golo!

A papel químico do tento de Roncaglio, Guitta não lhe quis ficar atrás. Arrancou da baliza leonina, combinou com Pauleta e atirou para o 3-3, aos 32'.

GOLO: 3-3

O golo teve o condão de motivar os verdes e brancos, e Pany Varela enviou o esférico aos ferros da baliza do Benfica aos 33'. Sporting perto do quarto tento. Porém, o Benfica mostrou que também queria a Taça da Liga. André Coelho, aos 36', deambulou da esquerda para o meio e atirou a centímetros da baliza do Sporting. Guitta parecia batido.

Da ameaça ao golo passou um minuto. Aos 37', Bruno Coelho criou, descobriu Chaguinha e o brasileiro fez o 3-4.

GOLO: 3-4

A perder, o Sporting respondeu com o 5x4; o Benfica, por sua vez, ripostou com o 5.º golo.

Guitta a perder o esférico em zona proibida e Robinho atirou para o 3-5, aos 38'.

GOLO: 3-5

Com dois golos de desvantagem, Nuno Dias manteve o 5x4 e o guarda-redes avançado surtiu efeito.

Merlim, aos 38', foi feliz no remate, reduziu para 4-5 e relançou o dérbi.

GOLO: 4-5

Num hino à modalidade, o Benfica foi mais forte, venceu o Sporting por 4-5 e conquistou a Taça da Liga pela 3.ª vez consecutiva, sendo o emblema com mais troféus desta competição.

DECLARAÇÕES

Domingos Almeida Lima (vice-presidente do Benfica): "Foi um jogo muito competitivo, com duas grandes equipas! Quero endereçar os parabéns à equipa técnica e aos atletas. Foram fantásticos! Também não posso esquecer todo o apoio dos adeptos, sobretudo nos momentos em que o Benfica não estava à frente do marcador. Foram incansáveis! Este triunfo é merecidíssimo. É o primeiro triunfo da época e esperamos que seja o primeiro de muitos. Todas as vitórias dão ânimo e esta também dá muito! Agora, temos de ter consciência de que este jogo já acabou, a Taça da Liga acabou, e temos outros objetivos pela frente e não podemos pensar em vitórias antecipadas."

Joel Rocha (treinador): "O sentimento é de enorme orgulho e gratidão, porque levamos para o nosso Museu mais um troféu e também porque a bancada que esteve aqui hoje foi absolutamente fenomenal. O Benfica foi um vencedor com muito espírito de sacrifício, uma grande capacidade de solidariedade. Do outro lado está uma grandíssima equipa e o jogo foi muito equilibrado. Houve momentos em que o Sporting foi melhor, outros em que o Benfica esteve melhor, mas conseguimos manter o foco e o equilíbrio durante as fases críticas do jogo. O momento crítico foi após o 3-3. Fizemos o 2-3, respirámos um pouco, mas, quando sofremos o empate, não desanimámos nem perdemos o foco. Isso foi decisivo para fazermos o 3-4 e o 3-5. Uma vitória muito saborosa, e faço aqui um agradecimento profundo ao empenho e ao comprometimento de todos os nossos jogadores. Um agradecimento muito especial a toda a gente que trabalha connosco e à minha equipa técnica, aos nossos adeptos. Hoje foi um dia menos feliz para o desporto português: um atleta de alta competição do desporto motorizado [Paulo Gonçalves] perdeu a sua vida a fazer aquilo que mais gosta, e nós fazemos tudo isto por prazer e por paixão. Ficam as minhas condolências à família e que possamos ter sempre dias mais felizes, valorizando muito o que nos dá prazer e paixão, que no nosso caso é o futsal."

Bruno Coelho (capitão): "Não há dérbi igual no mundo inteiro. Parabéns às duas equipas por terem proporcionado um excelente espetáculo de futsal, e é algo que irá continuar a acontecer. A qualidade é muito elevada e há que continuar assim. Um jogo difícil, complicado, competitivo, sofremos quando tínhamos de sofrer, mas estamos todos de parabéns. Quero agradecer também aos nossos adeptos, que foram incansáveis. Mesmo quando estivemos a perder, não deixaram de nos apoiar. Muito obrigado a eles."

André Coelho (fixo): "Foi um jogo muito equilibrado. O resultado dita isso. Foi um dérbi fantástico, duas equipas muito competitivas, que lutaram imenso. O desporto é assim mesmo, umas vezes ganha-se e noutras perde-se. Desta vez fomos nós vitoriosos, estamos de parabéns e merecemos muito. Agora é desfrutar da festa, mas no sábado já temos um jogo difícil para o Campeonato, e agora é virar a página porque temos de continuar a lutar por mais."

Rafael Henmi (ala): "Este é um jogo que é resolvido nos detalhes. Falhámos em algumas ocasiões, mas conseguimos sempre dar a volta ao resultado e isso é fruto de muito trabalho, concentração e dedicação de cada um. Há que parabenizar todos os atletas e o staff, que nos tem acompanhado e dado confiança desde o início."

Chaguinha (ala): "Foi um jogo muito equilibrado, sabíamos das dificuldades que a equipa do Sporting nos ia colocar, uma equipa muito forte. O segredo esteve no trabalho do grupo, que soube superar todos os momentos difíceis. Suámos até ao final e conquistámos este título para os nossos adeptos, que tanto merecem! Ganhámos hoje, vamos comemorar; agora já passou e é trabalhar para o que falta da época, a Taça de Portugal e a Liga."

Célio Coque (fixo/ala): "É um sentimento inexplicável. É a terceira Taça da Liga do Clube, mas a minha primeira conquista aqui. Que seja a primeira de muitas! Carrega, Benfica!"

Robinho (ala): "A chave do triunfo está na superação. Sabíamos da qualidade da equipa do Sporting. Todos os dérbis têm sido muito equilibrados, mas mais uma vez o mais importante foi a superação do Benfica e isso ficou demonstrado dentro da quadra. Na minha opinião, este é o melhor dérbi do mundo. Nunca estive num jogo igual nem nunca vi tanta rivalidade. O Benfica é ganhar, mas sabemos que não podemos baixar o ritmo. Ainda há uma Taça de Portugal por disputar e o Campeonato Nacional."

Roncaglio (guarda-redes): "As sensações são as melhores! Ganhar um título e logo num dérbi é maravilhoso! Esta é a terceira Taça da Liga que ganhamos. Estes dérbis são sempre equilibrados porque as duas equipas têm muita qualidade e jogadores que fazem a diferença. Eu e o Guitta fizemos dois golos praticamente idênticos… O jogo é sempre bom! São duas grandes equipas e hoje fizemos o que tinha de ser feito, o que o míster pediu, e saímos daqui com o título. Precisávamos desta vitória, perdemos a Supertaça… É sempre um ânimo ganhar um título, mas estamos à procura de todos, da Taça de Portugal e do Campeonato. E vamos em busca deles."

Tiago Brito (ala): "Uma recompensa muito grande e muito satisfatória. Estou muito feliz. Trabalhámos muito! Este é o segundo troféu da época em disputa, ganhámos o nosso primeiro, e agora é tempo de desfrutar porque os próximos objetivos são para ganhar. Neste Clube, nesta equipa é sempre para ganhar, e é para isso que nos mentalizamos todos os dias. É momento de festejar porque foram três jogos muito difíceis e merecemos a vitória."

Fits (pivô): "Temos de aproveitar e comemorar porque sabemos que esta conquista foi muito difícil. Também temos de continuar concentrados para podermos prosseguir no bom caminho no Campeonato e, se Deus quiser, no fim sairmos campeões novamente."

Sporting-Benfica, 4-5

FICHA  
Local Pavilhão dos Desportos de Matosinhos
Cinco do Benfica Roncaglio, André Coelho, Chaguinha, Robinho e Fernandinho
Suplentes André Sousa, Bruno Coelho, Afonso Jesus, Tiago Brito, Fábio Cecílio, Henmi, Miguel Ângelo, Célio Coque e Fits
Ao intervalo 2-2
Golos do Benfica Roncaglio (15'), Fernandinho (19'), André Coelho (31'), Chaguinha (37') e Robinho (38')
Marcha do marcador 1-0, 1-1, 2-1, 2-2, 2-3, 3-3, 3-4, 3-5 e 4-5

RESULTADOS

Quartos de final

  • Quinta dos Lombos-Elétrico, 4-5
  • Futsal Azeméis-Modicus, 3-4
  • Sporting-Braga, 5-1
  • Benfica-Burinhosa, 7-0

Meias-finais

  • Sporting-Modicus, 5-0
  • Eléctrico-Benfica, 0-4

Final 

  • Sporting-Benfica, 4-5

Texto: Marco Rebelo, Sónia Antunes, João Sanches e Diogo Nascimento

Fotos: Francisca Caria / SL Benfica

PATROCINADORES MODALIDADES


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar