14 de janeiro de 2020, 11h48

Benfica sobe no ranking dos emblemas europeus com mais receitas

Futebol

O Clube, agora na 24.ª posição (com 197,6 milhões de euros), e o Ajax são os primeiros na lista entre os que não pertencem aos cinco maiores campeonatos do Velho Continente.

O estudo "Football Money League" 2020, desenvolvido pela consultora Deloitte, coloca o Sport Lisboa e Benfica no top 30 europeu pelo quarto ano consecutivo. Há ainda um novo líder: o Barcelona, que destrona o Real Madrid na posição mais alta do pódio.

De acordo com o estudo anual, o Benfica é o 24.º clube europeu com mais receitas197,6 milhões de euros –, numa época em que reconquistou o título de Campeão Nacional e chegou aos quartos de final da Liga Europa.

O campeão português subiu seis posições, já que na edição de 2019 surgia no 30.º lugar, com receitas de 150,7 milhões de euros, numa tabela que não inclui receitas extraordinárias, como é o caso, por exemplo, da venda de passes de jogadores.

O Benfica e os holandeses do Ajax – na 23.ª posição, com 199,4 milhões de euros – são os primeiros clubes no ranking entre os que não pertencem aos cinco maiores campeonatos europeus (Espanha, Inglaterra, Itália, França, Alemanha).

O Real Madrid tem dominado esta lista dos clubes europeus com maiores receitas, mas este ano foi superado pelo rival espanhol Barcelona. Os catalães chegam pela primeira vez ao primeiro lugar e, ao mesmo tempo, são também o primeiro clube a superar o registo dos 800 milhões de euros (ME) em receitas. O Real Madrid surge na segunda posição (757,3 ME) e o Manchester United fecha o pódio (receitas de 711,5 ME).

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar