26 de janeiro de 2020, 20h36

Para a frente é que é o caminho!

Futebol

Costurando ataques de olhos postos na baliza, o líder Benfica bateu o Paços de Ferreira no Estádio Capital do Móvel, arrecadando a 17.ª vitória em 18 jornadas da Liga NOS.

RESUMO DO JOGO

No fim da missão, os adeptos aplaudiram a equipa, e a equipa aplaudiu os adeptos! A comunhão foi testemunhada no Estádio Capital do Móvel, concretizada que estava a 17.ª vitória do Benfica em 18 jornadas da Liga NOS. A solidez, a eficácia e a dinâmica ofensiva do líder detonaram as esperanças do Paços de Ferreira.

Mesmo num relvado impróprio para consumo, os comandados de Bruno Lage, com um futebol apoiado e uma circulação rápida e larga, depressa se acercaram da baliza pacense, mas as primeiras oportunidades de golo até nasceriam de lances de bola parada. Grimaldo, de livre direto à entrada da área, bateu com selo de festejo, mas Ricardo Ribeiro voou e repeliu para fora (10'). No canto consequente, Pizzi levantou o esférico para a área e Vinícius cabeceou com tudo, mas acertou na trave!

A bola beijou as redes pacenses ao minuto 18, com Pizzi a concluir um passe de Vinícius, mas a equipa de arbitragem anulou o golo por fora de jogo de quatro centímetros, segundo foi dado a ver aos telespectadores. Toda a análise do lance é controversa, porque Vinícius parece estar em linha quando arranca...

O Benfica, autoritário na determinação do sentido quase único do jogo no primeiro tempo (a exceção foi um remate de Hélder Ferreira para defesa de Odysseas aos 24'), continuou a carregar em busca do 0-1, que alcançaria ao minuto 39, depois de um lance suspeito na área do Paços de Ferreira, onde Rúben Dias pareceu ser travado em falta (para penálti) numa disputa de bola (37'). No entanto, o árbitro Manuel Oliveira mandou seguir...

GOLO: 0-1

O mesmo Rúben, com notável visão de jogo, explorou a profundidade com um passe rasteiro aos 39', convidando à movimentação de Rafa (titular no ataque ao lado de Vinícius). O camisola 27 recebeu já na área, tirou um defensor da frente, puxou a bola para o pé esquerdo e, descaído para a direita, chutou cruzado, colorindo a supremacia evidenciada pelas águias (0-1). Rafa anotou o seu 5.º golo nesta Liga NOS!

Ainda antes de cair o pano na primeira parte, o Benfica, impulsionado pela Onda Vermelha, ficou a centímetros do 0-2. Vinícius, pela esquerda, cruzou rasteiro, procurando a finalização na zona do segundo poste, onde apareceu André Almeida, pronto para empurrar na direção das redes... só que Oleg ainda se conseguiu esticar e ceder canto (45').

No regresso dos balneários a equipa benfiquista repetiu a atitude competitiva, sendo veloz com e sem bola.

GOLO: 0-2

A consequência desse empenho foi o 0-2, numa assistência de Rafa (2.ª nesta edição da Liga), que fora solicitado por Ferro, para a conclusão mortífera de Vinícius (47'). O avançado brasileiro apontou o seu 12.º golo neste Campeonato, igualando Pizzi no comando da lista dos melhores marcadores da competição. Vinícius voltaria a faturar aos 54', mas a jogada foi anulada por fora de jogo.

O Paços tentou reagir, mas o Benfica foi controlador, e podia ter ampliado para 0-3 aos 61'. Num excelente lance de ataque, Weigl (que fez dupla com Gabriel no eixo do meio-campo) executou um passe a rasgar, servindo a entrada de André Almeida na direita, de onde o lateral cruzou atrasado para o remate de primeira de Pizzi. A bola passou ao lado da baliza do P. Ferreira.

O ritmo baixou um pouco, e Bruno Lage agitou as águas com as entradas de Taarabt (por Pizzi aos 75') e Seferovic (por Vinícius aos 80'). O avançado suíço podia ter assinado o 0-3 aos 86', mas o remate de pé direito, de primeira, saiu por cima da barra. Mais uma hipótese de golo gerada com muita qualidade, com intervenção de Gabriel (no passe de desmarcação) e de Grimaldo (no cruzamento).

Perto do fim da partida, Jota rendeu Rafa (89'). O Benfica, com o melhor ataque (44 golos marcados) e a melhor defesa da prova (seis sofridos), mandava e comandava em campo, confirmando a conquista de mais três pontos (totaliza agora 51, mais 10 do que o FC Porto, que tem menos um jogo). Foi também o 18.º triunfo consecutivo dos encarnados em partidas fora de casa no Campeonato!

As águias regressam ao Estádio da Luz para enfrentar o Belenenses SAD na 19.ª jornada da Liga NOS às 19h00 da próxima sexta-feira (31 de janeiro).

Camisola Campeão Europeu

Texto: João Sanches

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar