24 de fevereiro de 2020, 22h48

Vinícius foi de cabeça pela porta que Taarabt abriu

Futebol

De mangas bem arregaçadas, o Benfica afirmou a liderança na Liga NOS com um triunfo em casa do Gil Vicente. Os adeptos encarnados foram incessantes no apoio ao Glorioso.

RESUMO DO JOGO

Um golo de Vinícius (16.º na prova!), apontado de cabeça ao minuto 15 do jogo disputado no Estádio Cidade de Barcelos, no Minho, permitiu ao Benfica arrematar a vitória e os correspondentes três pontos perante o Gil Vicente na 22.ª jornada da Liga NOS.

Amparada por incansáveis e irrepreensíveis adeptos benfiquistas, cujas manifestações de apoio foram bem audíveis, a equipa comandada por Bruno Lage atuou de mangas bem arregaçadas e defendeu a liderança no Campeonato com unhas e dentes.

Pizzi, ao minuto 8, muito bem servido por Samaris (titular no centro do meio-campo ao lado de Weigl), foi protagonista do primeiro assalto às redes gilistas. O remate do camisola 21 das águias, executado na esquerda da área, errou o alvo por pouco.

GOLO: 0-1

O golo benfiquista nasceu ao minuto 15. No desenvolvimento de um livre cobrado sobre a meia-direita do ataque, o esférico rolou até a esquerda, onde Taarabt desenhou o centro perfeito para a conclusão imaculada de Vinícius! De cabeça, o goleador-mor deste Campeonato bateu Denis (0-1). O brasileiro anotou o 50.º golo da equipa nesta edição da Liga NOS, enquanto o criativo marroquino somou a primeira assistência na competição.

Combativo e procurando jogar olhos nos olhos, o Gil Vicente (que no seu reduto derrotou FC Porto e Sporting, além de empatar com o Braga) estendeu-se e fez por chegar à grande área do Benfica. Baraye (16' e 24') esteve na conclusão dos lances mais perigosos para as redes de Odysseas, mas o guarda-redes, nomeadamente no segundo momento, foi de uma competência superior.

O Benfica tentou ir para intervalo com uma vantagem mais confortável. Já depois de um golo anulado a Vinícius (36') por uma análise de arbitragem muito discutível (pelo que se vê nas imagens, a jogada devia ter sido validada), Rúben Dias (37'), subido no campo para entrar na combinação ofensiva, recebeu um passe de calcanhar de Pizzi e, na área, pensou em servir Vinícius, que estava em ótima posição para faturar, mas um defensor gilista conseguiu a interceção (que quase dava autogolo).

Gil Vicente-Benfica

No arranque da segunda parte Vinícius foi novamente notícia. No eixo do ataque, recolheu a bola passada por Tomás Tavares, puxou-a para o pé esquerdo e rematou com selo de golo. As pernas de Ygor Nogueira desviaram, no entanto, a trajetória do esférico, que saiu rente ao poste esquerdo. O 0-2 podia ter acontecido aqui...

Do lado do Gil Vicente, Baraye (52') voltou a dar trabalho e a esbarrar nos recursos de Odysseas. Ripostou o Benfica, que tornou a ter bola e um ensejo ímpar para dilatar o score aos 67'.

TAARABT ACERTA NA TRAVE!

Pizzi, pela direita, serviu Taarabt na área, onde o internacional marroquino produziu um desequilíbrio que lhe valeu tirar um adversário da frente e disparar de pé esquerdo com força, fazendo a bola embater na trave com estrondo! A sequência de ataques do Campeão nesta fase do encontro conduziu Pizzi a um tiro em posição frontal, criando mais um momento de possível golo.

Entrado na segunda parte, Hugo Vieira teve aos 73' a última chance do Gil Vicente: o remate na área foi defendido com categoria e frieza por Odysseas. Vinícius (79'), Rafa (84') e Samaris (90') saíram no Benfica, sendo rendidos por Dyego Sousa, Cervi e Chiquinho.

Solidária, a equipa benfiquista (a menos batida na competição) fechou caminhos, mas não teve tanto tempo de bola como pretendia para fazer uma gestão e um controlo de jogo diferente nos instantes finais. Na compensação, Cervi ainda teve o 0-2 no pé esquerdo, mas o remate (na área) foi sustido pelas pernas do guarda-redes Denis.

Na quinta-feira que vem (27 de fevereiro) as águias viram-se para a 2.ª mão dos 16 avos de final da Liga Europa, com o objetivo de corrigir no Estádio da Luz a derrota tangencial (2-1) sofrida diante do Shakhtar, na Ucrânia, e avançar para nova eliminatória na segunda competição da UEFA.

Texto: João Sanches

Fotos: David Martins / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar