26 de fevereiro de 2020, 19h38

Ferro: "Temos todas as possibilidades de passar a eliminatória"

Futebol

O Benfica procura chegar aos oitavos de final da Liga Europa, mas, para isso, terá de anular a desvantagem de um golo (2-1) trazida da 1.ª mão.

ANTEVISÃO

O Benfica recebe (quinta-feira, às 20h00) os ucranianos do Shakhtar em jogo da 2.ª mão dos 16 avos de final da Liga Europa. Ferro alerta para um "jogo muito difícil", mas está confiante numa reviravolta na eliminatória.

"Sabemos que vai ser um jogo muito difícil. O Shakhtar não é uma equipa qualquer, tem boas ideias de jogo, joga muito bem, e na frente, a nível individual, tem jogadores que fazem muita diferença. Vai ser um jogo diferente do da 1.ª mão, agora jogamos em casa com os nossos adeptos a apoiar-nos. Temos todas as possibilidades de passar a eliminatória", garantiu o central do Benfica, em conferência de Imprensa na Luz.

"Tentamos sempre entrar com tudo, claro que há jogos em que conseguimos mais, outros menos, mas entramos sempre focados. Queremos sempre entrar a mandar. É o que queremos fazer amanhã [quinta-feira]", reforçou.

Bruno Lage e Ferro

A formação encarnada chega – apenas três dias depois – de uma importante vitória em Barcelos [Gil Vicente, por 2-1] que lhe permitiu a afirmação da liderança da Liga NOS.

"Trabalhar em cima de vitórias é diferente de trabalhar em cima de derrotas, mas também não podemos enfiar a cabeça num buraco quando perdemos, como também não podemos encher o ego quando ganhamos… É trabalhar exatamente da mesma maneira", salientou.

"Não foi um mês fácil. Tivemos muito jogos, mas também penso que é bom ter esse nível de competitividade. Vamos entrar nas máximas condições, tal como o Shakhtar, e acho que vamos disputar o jogo de igual para igual", perspetivou.

Bruno Lage e Ferro

Há pouco mais de um ano a trabalhar com Bruno Lage no plantel principal, Ferro confessa ter evoluído "como homem" e como jogador, mas admite ter ainda margem para melhorar.

"A nível individual, ainda posso melhorar tudo. Um jogador nunca pode pensar que não pode melhorar em nada, senão acaba por estagnar. Estou mais preparado a nível psicológico do que estava há um ano", lembrou.

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: David Martins / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar